Pesquisar

Canais

Serviços

- Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Dados atualizados

Paraná registra mais sete mortes por gripe

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
18 set 2019 às 16:07
Continua depois da publicidade

Segundo o Informe sobre a Influenza divulgado nesta quarta-feira (18) pela Divisão de Vigilância das Doenças Transmissíveis da Secretaria de Saúde do Paraná, o estado registra 580 casos confirmados de gripe do início do ano até agora. De acordo com os dados, são 53 novos casos de Influenza nos últimos 15 dias. O boletim anterior, publicado no dia 3 de setembro, apresentava 527 confirmações para a doença.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

A Influenza já provocou 111 óbitos no Paraná: sete constam do boletim publicado hoje. As mortes foram registradas nos municípios de Castro, Guarapuava, Cianorte, São José dos Pinhais e Curitiba. Foram três óbitos de crianças menores de um ano, dois idosos, um de 66 anos e outro de 73, e duas outras pessoas com 48 e 51 anos.

Continua depois da publicidade


"A Influenza atinge principalmente as faixas etárias extremas, menores de 6 anos e pessoas com mais de 60 anos estão nas faixas consideradas favoráveis e preocupantes para as complicações da doença. A idade, associada a fatores como doenças cardiovasculares, renais, neurológicas e hepáticas, pneumonia, diabetes, obesidade e asma, podem levar ao óbito”, afirma Renato Lopes, chefe da Divisão de Vigilância das Doenças Transmissíveis.


O subtipo viral da Influenza com maior circulação no Paraná é o A H1N1. Dos 580 casos confirmados, 480 foram provocados por infecção pelo A H1N1. Dos 111 óbitos, 95 estão relacionados a este vírus.


As Regionais de Saúde que mais registraram casos foram: Metropolitana, com 216; Foz do Iguaçu, 66; Ponta Grossa, com 44; e Regional de Saúde de Maringá, com 34 casos.

Continua depois da publicidade


Prevenção – A influenza é uma infecção respiratória aguda e os sintomas mais comuns são: aparecimento súbito de calafrios, mal-estar, coriza, tosse seca e dores de cabeça, de garganta e no corpo.

A Secretaria da Saúde do Paraná orienta como medidas de prevenção: a freqüente higienização das mãos; cobrir nariz e boca com a dobra do braço quando espirrar ou tossir; não compartilhar objetos de uso pessoal e manter os ambientes ventilados. "Mesmo com a mudança de temperatura, os casos de gripe continuam ocorrendo no Estado e, por isso, reforçamos a importância da adoção dos cuidados preventivos e a busca pelo atendimento médico, visando o diagnóstico e tratamento oportuno com o antiviral, de preferência nos dois primeiros dias de sintomas”, destaca Lopes.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade