28/10/20
PUBLICIDADE
Saiba mais

Próximo a 140 mil mortes, Brasil registra 818 óbitos pela Covid-19

O Brasil registrou 818 novas mortes pela Covid-19 e 32.129 casos da doença, nesta quinta-feira (24). O país tem 139.883 óbitos e 4.659.909 infecções desde o começo da pandemia.

Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.


O jornal Folha de S.Paulo também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 693. Recentemente, o país chegou a estar em situação de queda da média, mas retornou para o patamar de estabilidade dos dados de mortes (o que não significa uma situação tranquila).
A média nacional ainda está em patamares elevados. Amazonas, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Roraima apresentam crescimento da média móvel de mortes.

O Brasil tem uma taxa de cerca de 66,8 mortes por 100 mil habitantes. Os Estados Unidos, que têm o maior número absoluto de mortes, e o Reino Unido, ambos à frente do Brasil na pandemia (ou seja, começaram a sofrer com o problema antes), têm 62 e 63,2 mortes para cada 100 mil habitantes, respectivamente.

O Brasil também já ultrapassou a taxa da Itália de mortes por 100 mil habitantes (59,2) e Espanha (66,5).

O México, que ultrapassou o Reino Unido em número de mortes, tem 59,4 mortes para cada 100 mil habitantes.

A Índia agora é o terceiro país, atrás apenas de EUA e Brasil, com maior número de mortes pela Covid-19, com 91.149 óbitos.

Na Argentina, onde a pandemia desembarcou nove dias mais tarde que no Brasil e que seguiu uma quarentena muito mais rígida, o índice é de 32,3 mortes por 100 mil habitantes.

O Brasil se aproxima da marca de 140 mil mortes em decorrência do novo coronavírus. Desde o início da pandemia, 139.808 pessoas perderam a vida por causa da Covid-19, de acordo com boletim divulgado pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira (24).

Nas últimas 24 horas, foram registradas 831 novas mortes no país.

Os números da pasta também apontam que 32.817 pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus no período. O total de casos confirmados da Covid-19 chega agora a 4.657.702.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.
Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Boletim diário

Londrina atinge 310 óbitos em decorrência do novo coronavírus

28 OUT 2020 às 18h20
Boletim da sesa

Paraná confirma 1.349 novos casos e 18 óbitos pela Covid-19

28 OUT 2020 às 16h47
Nenhum óbito

Maringá registra mais 42 casos da Covid-19 nesta quarta-feira

28 OUT 2020 às 16h00
Variação genética

DNA das populações da África é mapeado com riqueza inédita em novo estudo

28 OUT 2020 às 15h07
Concessão das UBSs

Governo Federal tenta conter crise gerada por decreto que prevê privatização do SUS

28 OUT 2020 às 14h38
PUBLIEDITORIAL

Yoga e câimbras musculares: a causa e o tratamento

28 OUT 2020 às 12h45
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados