Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Confirmado

Recém-nascida é 4ª vítima de gripe A em Londrina

Danilo Marconi/Redação Bonde
07 out 2009 às 10:02
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Relatório apresentado nesta terça-feira (6) pela Secretaria Municipal de Saúde traz mais uma morte por gripe A, em Londrina. Trata-se de um bebê de 27 dias do sexo feminino, falecido em 26 de julho. Agora são quatro mortes por gripe na cidade.

Segundo o secretário de Saúde, Agajan Der Bedrossian, a recém-nascida foi encaminhada ao Pronto Atendimento Infantil (PAI) com quadro clínico de falta de ar, gemência e com manchas vermelhas pelo corpo. No centro médico, a criança teve duas paradas cardíacas. Mesmo encaminhada ao Hospital Universitário (HU), ela não resistiu e faleceu. "O quadro era de meningite bacteriana. Foram feitas coletas de sangue para análise de H1N1. O resultado demorou cerca de um mês e quando chegou apresentou negativo para gripe A", explicou Der Berdrossian.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A necropsia feita no corpo da criança apresentou morte por miocardite e pneumonia. Mas seu pai esteva com Gripe A. "Mesmo que o exame de laboratório tenha dado negativo, por critério protocolar, foi feito reestudo do caso. O comitê de investigação de mortalidade por infecção viral, do setor de epidemiológico, preferiu dar causa de óbito por H1N1, pela proximidade com o pai", disse o secretário de Saúde.

Leia mais:

Imagem de destaque
Um ano depois

Novo exame aponta que paciente de câncer tratado com CAR-T segue em remissão

Imagem de destaque
Consequências drásticas

Medo e insegurança tomam conta de médicos após norma que restringe aborto em casos de estupro

Imagem de destaque
Dia D

Saúde promove campanha de multivacinação neste sábado em Cambé

Imagem de destaque
No limite

Com superlotação no PAI, Saúde busca alternativa para ‘desafogar’ atendimentos em Londrina


"A gente lamenta. Mesmo assim não há o que se preocupar. O índice de óbitos por gripe, em Londrina, é o mais baixo do Paraná", contou. A média é de 0,78 a cada 100 mil habitantes. Maringá é acima de 3%. O índice paranaense é de 2,37%.


Londrina já registrou 254 pacientes com gripe A. Atualmente, nenhum está em tratamento - 250 já receberam alta hospitalar.

Segundo o balanço, 23 pessoas estão com suspeita da doença. Apenas duas estão internadas em unidades de terapia intensiva.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade