Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Plenária

SUS é elogiado na "20º Conferencia Internacional Aids 2014"

Redação Bonde
25 jul 2014 às 17:33
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Sistema Único de Saúde (SUS) foi elogiado durante a principal plenária do terceiro dia da 20ª Conferência Internacional Aids 2014.

De acordo com a especialista do Human Science Research Council da África do Sul, Olive Shisana, "o SUS é um modelo de sistema de saúde pública que promove integralidade de ações e equidade e universalidade de acesso".

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O SUS também foi elogiado por ser totalmente sustentado por recursos domésticos. "Precisamos dispender recursos em assistência primária, reorganizar o sistema e reduzir a inequidade", alertou Shisana.

Leia mais:

Imagem de destaque
Oleosidade

Sabonetes enzimáticos auxiliam no controle de filamentos sebáceos na pele

Imagem de destaque
Análise

Atendimentos por telemedicina no Brasil crescem 172% em 2023 após lei que regulamenta saúde digital

Imagem de destaque
Dia do beijo

De herpes à surdez, saiba quais são os riscos do beijo

Imagem de destaque
No Brasil

Uso de canabidiol para tratar dependência de crack é melhor do que remédios convencionais, diz estudo


A plenária em que Shisana discursou abordou um desafio: "o que ainda está nos atrasando e o que podemos fazer para avançar mais rápido". Além de falar do cenário da África Subsaariana – marcado por números altos de infecção pelo HIV entre adultos e crianças –, Shisana apresentou com destaque a situação de países como Malásia, Vietnã, Índia, Filipinas, Afeganistão e Fiji.

Publicidade


"Em alguns países há uma epidemia generalizada de HIV/aids, mas, em sua maioria, a incidência está em populações-chave, como a de homens que fazem sexo com homens (HSH) e de mulheres profissionais do sexo".


Shisana falou também sobre outro fato positivo relacionado ao SUS: a incidência de tuberculose em pessoas vivendo com HIV tem diminuído em razão do uso de medicamentos antirretrovirais e da articulação dos serviços de saúde.


"A integração dos serviços de tuberculose e HIV colabora com o sucesso da resposta", afirmou.

Mais informações: www.aids.gov.br


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade