Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
MAIS QUE O DOBRO

Taxa de transmissão de Covid explode em Londrina em menos de um mês

Lucas Castanho - Especial para a Folha
21 jan 2022 às 10:08
Continua depois da publicidade

O índice de transmissão de Covid em Londrina deu um salto no último mês. Em 21 de dezembro, a taxa estava em 0,58. Em 18 de janeiro, o dado mais recente, o índice subiu para 1,38, o que significa que cada doente com Covid transmite a doença para 1,38 pessoa. Na semana anterior, em 11 de janeiro, o índice chegou a 1,49, o maior desde o início da pandemia.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Segundo os dados mais recentes da Secretaria Municipal de Saúde, em 17 de janeiro foram registrados 456 novos casos de Covid. Nesse dia havia 1.933 casos ativos, com 25 pacientes internados (12 na UTI e 13 na enfermaria). Menos de um mês antes, em 21 de dezembro, foram confirmados 27 novos casos e havia apenas 60 casos ativos nesse dia, com 7 pacientes internados (3 na UTI e 4 na enfermaria).

Continua depois da publicidade


Nesse período inferior a um mês, o número de casos ativos aumentou mais de 30 vezes (ou cresceu mais de 3.000%) e a quantidade de pacientes internados mais que triplicou (257%) – a ocupação da UTI quadruplicou entre 21 de dezembro de 2021 e 17 de janeiro (ou crescimento de 300%). No mesmo período, no entanto, o número de óbitos cresceu 0,2% – de 2.321 para 2.326 mortes em decorrência da Covid.


“A vacina está cumprindo o seu papel principal, que é o de evitar os casos graves e os óbitos. A variante ômicron chegou em um momento com altíssima cobertura vacinal, já que ofertamos 1 milhão de doses da vacina na cidade. Hoje, 95% das pessoas que procuram por atendimento estão com sintomas levíssimos”, destacou Felippe Machado, secretário municipal de Saúde.


Continue lendo na Folha de Londrina.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade