Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Dor no calcanhar

Você sabe qual tipo de dor mais afeta os trabalhadores brasileiros?

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
16 jun 2022 às 09:03
- Reprodução
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A dor no calcanhar acomete grande parte dos trabalhadores brasileiros. Segundo a pesquisa “O trabalho e a relação com os pés, tornozelos e joelhos” realizada em 2017 e consultou mais de 2900 pessoas, a região do calcanhar recebe muitas pressões ao longo do dia e as dores são inevitáveis. Os incômodos podem ter origem no sobrepeso, desalinhamento dos pés ou mesmo no uso de calçados inadequados.


61.49% dos respondentes afirmaram sofrer com o calcanhar. “O calcanhar é a principal região que recebe 60% d a carga do corpo quando estamos em pé. O tipo de pé e a forma com que a pessoa pisa influencia nessas dores. Muitas pessoas não têm a pisada alinhada ou utilizam calçados inapropriados, como botas ou sapatos apertados” alerta Mateus Martinez, mestre em fisioterapia esportiva pela Queensland University e coautor da pesquisa.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade



A fascite plantar e tendinite são as principais inflamações que afetam a área. Já o esporão é uma dor que aparece como sintomas principalmente nos primeiros passos do dia, resultado de um crescimento ósseo. “A melhor dica é a prevenção. Pessoas que passam muito tempo em pé precisam usar calçados confortáveis e palmilhas ortopédicas para aliviar a pressão no calcanhar. Sentar e fazer pausas durante o trabalho também é essencial”, conclui Martinez.

Leia mais:

Imagem de destaque
UNIDADE DO JARDIM DO SOL

Após desabamento de forro, UPA de Londrina pode ser transferida para prédio na Faria Lima durante obras

Imagem de destaque
PARA CRIANÇAS DE 10 E 11 ANOS

Cambé inicia vacinação contra dengue nesta terça-feira (27)

Imagem de destaque
Mais de 58 mil casos no PR

Brasil ultrapassa 650 mil casos de dengue; 94 mortes desde o início do ano

Imagem de destaque
Entenda

'Quadro psicótico', diz Vanessa Lopes ao falar sobre o que a fez sair do BBB


A consulta foi realizada com 2.940 brasileiros e traz diversos dados sobre complicações e riscos que as pessoas estão expostas quando se submetem a muitas horas de trabalho em pé sem a ergonomia adequada. 

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade