Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Mal silencioso

26 de abril: Dia Nacional de Combate à Hipertensão

Redação Bonde
24 abr 2007 às 11:13
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Nesta quinta-feira (26) comemora-se o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão, promovida pela Sociedade Brasileira de Hipertensão. Terceiro maior fator de risco associado à mortalidade (só perde para prática de sexo inseguro e desnutrição), a pressão alta, como é popularmente conhecida, é um mal silencioso.

A taxa de incidência da doença é de 30% na população brasileira, chegando, de acordo com a Sociedade Brasileira de Hipertensão, a mais de 50% na terceira idade. Para se ter idéia do problema, a hipertensão explica 25% dos casos de diálise por insuficiência renal crônica terminal, 80% dos acidentes vasculares cerebrais (derrame) e 60% dos infartos do miocárdio. Essas doenças são as principais causas de morte no Brasil, são quase 300 mil óbitos por ano.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A campanha deste ano alertará para a importância da prevenção. A hipertensão está presente em 5% dos 70 milhões de crianças e adolescentes no Brasil. São 3,5 milhões de crianças e adolescentes que precisam de intervenção.

Leia mais:

Imagem de destaque
Gesto de amor

Banco de sangue do HV da UEL precisa de doadores

Imagem de destaque
Feng Shui

Como criar um ambiente mais saudável para seus filhos

Imagem de destaque
149 casos ativos

Londrina registra 11 casos de Covid-19 neste sábado e nenhum óbito

Imagem de destaque
26 novos casos

Londrina acumula 129.924 casos e 2.485 óbitos pela Covid-19


Considera-se que a pessoa é hipertensa, se medindo a pressão arterial em repouso, obtém-se valores acima de 14 por 9. Esses são os números de corte. Acima deles, a pressão é considerada elevada; abaixo, é normal. Esse valor independe da idade, tanto faz se a pessoa tem 20 ou 60 anos. A Sociedade Brasileira de Hipertensão recomenda que a pressão arterial deve ser medida regularmente, no mínimo, uma vez por ano, inclusive por aqueles que não têm ou desconhecem ter a doença.

Publicidade


Doenças oculares decorrentes da hipertensão


Oclusões vasculares retineanas, retinopatia hipertensiva, aparecimento de vasos sangüíneos anormais na retina e o desenvolvimento do glaucoma são complicações comumente diagnosticadas em pacientes que apresentam hipertensão arterial.

Publicidade


A retinopatia hipertensiva é um distúrbio de visão que ocorre quando a pressão arterial torna-se extremamente elevada, como nos casos de hipertensão grave, hipertensão maligna e toxemia gravídica.


As repercussões da hipertensão arterial se fazem sentir, principalmente, no leito vascular de órgãos alvo, dentre estes, os olhos. O diagnóstico precoce dos sinais e lesões referentes à retinopatia hipertensiva permite avaliar a gravidade da hipertensão arterial, e, principalmente, realizar um acompanhamento evolutivo das lesões orgânicas hipertensivas como hemorragias na retina, microaneurismas, exudatos – extravasamento de gordura – espasmos arteriolares e estase de papila.

Publicidade


Os exames oftalmoscópicos das alterações vasculares – fundoscopia e oftalmoscopia direta e indireta – permitem que as alterações causadas pela hipertensão sejam diagnosticadas precocemente.


Na consulta oftalmológica do paciente hipertenso, outra queixa comum é o aparecimento de moscas volantes, que podem ser descritas como "pontos pretos, manchas escurecidas ou fios que se assemelham às teias de aranha, observados principalmente quando o paciente olha para uma parede branca ou para o céu claro". As lesões no fundo de olho, como as hemorragias de retina e os microaneurismas, são também bastante freqüentes em indivíduos idosos não diabéticos e estão significativamente relacionadas com a presença e a severidade da hipertensão arterial.

Publicidade


Dicas para se prevenir da hieprtensão:


-manutenção do peso ideal;

Publicidade


-prática regular de atividade física;


-redução da ingestão de sal e aumento da de potássio;


-evitar a ingestão de bebidas alcoólicas;

-seguir dieta saudável que deve conter baixo teor de gordura, principalmente saturadas, baixo teor de colesterol, elevado teor de potássio e fibras e baixo teor de sódio. O valor calórico total da dieta deve ser ajustado para obtenção e manutenção do peso ideal.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade