Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Estudo

Causa de pressão alta pode estar no cérebro

BBC Brasil
16 abr 2007 às 17:15
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

As causas da alta pressão arterial podem estar no cérebro, e não no coração, nos rins ou nas veias e artérias, segundo uma pesquisa da Universidade de Bristol, na Grã-Bretanha. Em artigo publicado na revista científica Hypertension, os cientistas da universidade dizem que suas descobertas podem levar a novas formas de tratar o problema, que afeta um em cada cinco britânicos.

Os cientistas isolaram a proteína JAM-1, que parecia prender glóbulos brancos, obstruindo o fluxo sangüíneo. Isso pode provocar inflamações e resultar em redução do suprimento de oxigênio para o cérebro. Os pesquisadores acreditam que isso, por sua vez, pode provocar reações que aumentam a pressão sangüínea.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Estudos em camundongos mostraram que a proteína JAM-1 está ligada à hipertensão, mas os exatos mecanismos pelos quais isso ocorre ainda não estão claros.

Leia mais:

Imagem de destaque
Gesto de amor

Banco de sangue do HV da UEL precisa de doadores

Imagem de destaque
Feng Shui

Como criar um ambiente mais saudável para seus filhos

Imagem de destaque
149 casos ativos

Londrina registra 11 casos de Covid-19 neste sábado e nenhum óbito

Imagem de destaque
26 novos casos

Londrina acumula 129.924 casos e 2.485 óbitos pela Covid-19


Pistas para o tratamento

Publicidade


Os pesquisadores, liderados pelo professor Julian Paton, estão agora analisando o cérebro humano para entender melhor esse mecanismo.


"O desafio futuro será entender o tipo de inflamação dentro dos vasos sangüíneos do cérebro para sabermos que tipo de remédio utilizar e como tratar o problema", explica Paton. "A JAM-1 poderá nos dar novas pistas sobre como lidar com esta doença."

Publicidade


"Estamos analisando a possibilidade de tratar os pacientes que não respondem positivamente às terapias convencionais para hipertensão com drogas que reduzem a inflamação dos vasos sangüíneos e aumentam o fluxo de sangue para o cérebro", diz ele.


Apesar de a hipertensão poder provocar dores de cabeça, vertigem e problemas de visão, a maioria das pessoas com o problema não apresenta sintomas aparentes.

A doença pode levar a ataques cardíacos, derrames cerebrais e problemas nos rins, mas é possível usar medicamentos para controlar seus efeitos, se mudanças de estilo de vida não conseguem reduzir a pressão.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade