Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
"Guerra" declarada

Chuva adia mutirão contra a dengue em Ubiratã

Redação Bonde
26 abr 2007 às 17:56
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Os mutirões de combate ao mosquito da dengue, programados para os próximos dias, podem ser adiados caso a chuva persista nas regiões mais afetadas pela doença. O trabalho de limpeza das residências de Ubiratã, que deveria ser realizado nesta quinta-feira (26) foi suspenso devido ao temporal e nova data será marcada. A continuidade da operação dependerá das condições do clima, mas, por enquanto, a programação está mantida.

O mutirão é coordenado pela Defesa Civil e será feito em 33 municípios das regiões Oeste e Norte do Paraná, que têm o maior número de casos confirmados da doença. Desses, 11 estão na primeira fase considerada de urgência. O mutirão neste fim de semana está programado para nas cidades de Cianorte, Prado Ferreira, Mirasselva, Florestópolis, Nova Santa Rosa, Marechal Cândido Rondon, Itaipulândia, Ponta Grossa, Maringá, Palotina e Santa Helena. A varredura será feita nas áreas urbanas destas localidades.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Em Florestópolis (que tem a situação mais crítica, com 220 casos confirmados), Mirasselva e Prado Ferreira, localizados num raio de 50 quilômetros de Londrina, 175 alunos-soldados do 5.º Batalhão da PM de Londrina farão parte do grupo que fará a vistoria. O destino do lixo coletado nestas cidades será definido em reunião entre IAP (Instituto Ambiental do Paraná) e Defesa Civil, já que nenhum dos três possui aterro sanitário.

Leia mais:

Imagem de destaque
Gesto de amor

Banco de sangue do HV da UEL precisa de doadores

Imagem de destaque
Feng Shui

Como criar um ambiente mais saudável para seus filhos

Imagem de destaque
149 casos ativos

Londrina registra 11 casos de Covid-19 neste sábado e nenhum óbito

Imagem de destaque
26 novos casos

Londrina acumula 129.924 casos e 2.485 óbitos pela Covid-19


De acordo com a Defesa Civil de Londrina, outro município entrou na lista de prioridades de combate à dengue. É Sertanápolis, onde a população tem o costume de guardar a água da chuva para a limpeza de calçadas e outros serviços domésticos. A vigilância sanitária encontrou na cidade milhares de focos do mosquito.


Multa – Em Maringá, o mutirão começa no sábado e continua até a próxima terça-feira (1.º). Cerca de mil pessoas – do Exército Brasileiro, agentes comunitários e ambientais, e voluntários – e 40 caminhões participarão da operação. Os bairros mais afetados em Maringá são Mandacaru, Vila Operária, Requião, Vila Esperança, Borba Gato, Vila Morangueira e parte do Jardim Alvorada.

Uma novidade para os moradores de Maringá será a aplicação de multa para os proprietários que forem reincidentes no acúmulo de lixo. Os agentes fiscais podem determinar valores que variam de R$ 120,00 a R$ 10 mil, de acordo com as condições higiênico-sanitárias da residência. Estarão passíveis da multa os imóveis que já foram vistoriados.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade