Pesquisar

Canais

Serviços

Gustavo Carneiro/Arquivo Folha
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Transmissão comunitária

Secretaria de Saúde de Londrina confirma oito casos de gripe H3N2

Pedro Marconi - Grupo Folha
04 jan 2022 às 14:15
Continua depois da publicidade

A secretaria municipal de Saúde registrou os primeiros casos da H3N2, nova variante da gripe, em Londrina. Oito moradores foram identificados com a doença na cidade após procurarem atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do jardim Sabará, na zona oeste, e passarem por exames. A maioria dos pacientes estão bem, com exceção de um idoso, que precisou ser internado. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

O responsável pela pasta, Felippe Machado, informou que desde a semana passada a secretaria tem notado um aumento na busca pela UPA do Sabará, que é exclusiva para síndromes respiratórias. A mudança no panorama, impulsionada pelas festas de final de ano, começou entre segunda (27) e terça-feira (28), diminuindo perto do Ano Novo e voltando a crescer na tarde de sábado (1°), se mantendo numa curva ascendente até esta semana.  


Na última segunda-feira (3), por exemplo, a unidade atendeu 750 pacientes. O número é superior ao que foi visto durante o pior momento da pandemia de Covid-19 no município. A avaliação é de que a Influenza está impactando na atual situação. 


“A UPA do Sabará é unidade sentinela e sempre teve acesso a um exame que chamamos de painel viral. As pessoas com síndrome de gripe, dentro de um protocolo e critério, fazem esse exame, que além da pesquisa comum, de Influenza e Covid, faz pesquisa de mais 30 vírus. Foi dentro desses exames que identificamos os casos de H3N2, que é um vírus que foi declarado com contaminação comunitária no Estado, ou seja, já não conseguimos mais fazer o rastreamento desse vírus na cidade”, destacou Machado. 

Continua depois da publicidade


CONTINUE LENDO: Secretaria Municipal de Saúde reestrutura atendimentos em UBSs para casos de síndromes respiratórias

Continue lendo