Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Os anos passam...

Queda do apeite sexual está relacionada com a idade?

Sexo e Comportamento - Folha de Londrina
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

Muitas pessoas ainda acreditam que o fato do homem se tornar mais ranzinza e nervoso com a idade mais avançada é natural e, por isto, irreversível. Isto não é verdade. O fato é que a idade vem para todos e ela traz mudanças no corpo do homem. A alteração de humor, queda da disposição física, bem como a diminuição do apetite sexual são reflexos diretos de variações hormonais causadas pelo processo de envelhecimento que desencadeia o climatério masculino, e deve e pode ser tratado.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

A melhor alternativa para este caso é a prevenção. Todos os homens devem realizar exames periódicos para medir a dosagem hormonal, a partir dos 40 anos de idade. A queda na produção deste hormônio é natural. Ela começa a partir dos 20 anos e sua diminuição varia de 17% a 32% até os 60 anos. A queda mais acentuada ocorre entre os 20 e os 40 anos.

Continua depois da publicidade


Mesmo assim, na maioria dos homens, a quantidade produzida pelos testículos continua suficiente com o avançar da idade. O acompanhamento permite intervir assim que a queda de produção dos hormônios, principalmente da testosterona - hormônio masculino que regula a energia vital e o humor - for mais significativa.


Nos homens, níveis insuficientes de testosterona provocam entre outros sintomas, cansaço físico, desânimo e irritabilidade. Estes sintomas acabam prejudicando o convívio social da pessoa levando-a a solidão e comportamento depressivo. Esta situação pode ser evitada com conscientização, prevenção e tratamento.


Com o diagnóstico precoce, a reposição hormonal traz resultados excelentes. Embora não haja nenhuma comprovação científica de que a testosterona potencializa o aparecimento de câncer de próstata, este tipo de tratamento não é indicado quando o paciente tem histórico pessoal de câncer de próstata ou casos da doença na família.

Continua depois da publicidade

*Márcio Dantas de Menezes, cirurgião vascular e presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Sexual


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade