Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Reivindicação antiga de servidores

Sindserv cobra mudança no atendimento de UPA da zona oeste após agressão em Londrina

Vítor Ogawa - Grupo Folha
26 set 2022 às 21:15
- Gustavo Carneiro/Grupo Folha
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O presidente do Sindserv-Londrina  (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Londrina), Fábio Molin, afirmou que irá se reunir com o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, nesta terça-feira (27) para cobrar uma melhora na restrição do fluxo de acompanhantes de pacientes nas unidades de saúde.


A reivindicação, que seria antiga entre os servidores da rede municipal de saúde, foi reforçada depois do episódio de agressão ocorrido no sábado (24), na UPA (Unidade de Pronto de Atendimento ) do Jardim do Sol, na zona oeste de Londrina, quando o acompanhante de um paciente desferiu socos, agrediu com um capacete e ameaçou funcionários com uma faca. Três servidores foram agredidos e ficaram feridos e uma das pessoas sofreu corte no supercílio e precisou receber pontos.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Molin afirmou que o episódio deixou o Sindserv preocupado. “A gente acha que é um problema de trabalho na unidade. O local não tem um controle de fluxo de pessoas efetivo. As pessoas não entendem como funciona esse controle, pois cada paciente precisa ser avaliado para dar entrada na unidade e, para isso, tem todo um processo. A pessoa precisa ser analisada para avaliar a necessidade de ser medicada ou internada e, às vezes, é preciso fazer exames. Não é uma coisa rápida”, destacou.

Leia mais:

Imagem de destaque
Entenda o caso

Bolsonaro deve depor na PF nesta terça (27) sobre episódio com baleia

Imagem de destaque
ÍDOLO DO FLAMENGO E DO LEC

Ex- zagueiro Marinho é agredido após entrar por engano em residência em Londrina

Imagem de destaque
Epidemia de dengue

Casos de dengue em São Paulo em 2024 já ultrapassam todo o ano de 2023

Imagem de destaque
INSCRIÇÕES ATÉ 21 DE MARÇO

Inscrições para participação de escolas nos Jogos Escolares de Londrina 2024 já começaram


Molin defendeu que esse controle de fluxo deve tentar barrar a entrada de acompanhantes e permitir a presença de acompanhantes apenas de pessoas idosas e crianças. “A gente fica preocupado com a integridade dos trabalhadores em seu horário de trabalho”, ressaltou.      


“Foi agendada uma reunião para esta terça-feira (27) para tratar do assunto. Precisamos sentar à mesa para buscar essa melhoria”, declarou. Sobre a presença de guardas municipais, ele relatou que já foi feito o reforço na unidade. “A GM já deslocou reforço da escala deles, mas a ideia é mexer nesse processo de trabalho interno da unidade para que isso seja constante.” A Secretaria de Saúde do município irá fazer uma reunião com os funcionários da UPA e, entre os temas, deve discutir formas de melhorar o controle de fluxo de acompanhantes e a presença de mais guardas municipais na unidade.


LEIA A MATÉRIA COMPLETA NA FOLHA DE LONDRINA

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade