Pesquisar

Canais

Serviços

- Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
A gasosa está cara?

Especialista oferece dicas para economizar combustível

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
30 ago 2021 às 14:13
Continua depois da publicidade
Cresce o preço dos combustíveis e também a preocupação em economizar no consumo do automóvel. Mas, alguns métodos podem ser amigos do bolso. De acordo com o engenheiro mecânico e professor do curso de Engenharia Mecânica da Universidade Pitágoras Unopar, Henrique Rissá, um dos principais motivos para o aumento do consumo do combustível do veículo é a troca de marchas. “Muitas pessoas acabam trocando as marchas em alto giro e isso aumenta consideravelmente o consumo. O ideal num veículo manual é mudar a marcha antes de chegar a 2.500 rpm (gasolina/etanol) ou 2.000 rpm (diesel)".


Continua depois da publicidade

"Além do racionalizar o consumo de combustível, a troca de marchas nessa faixa de rotação garante a boa conservação da maioria das peças do conjunto motopropulsor do automóvel”, completa o professor.

Continua depois da publicidade


Fazer a manutenção do carro, segundo o especialista, além de evitar dor de cabeça, também ajuda na hora de economizar combustível. “Sem dúvida um veículo revisado e com todas as manutenções em dia apresenta melhor performance e menor consumo de combustível, pois alguns componentes como filtro de ar, filtro de combustível e válvulas injetoras (bicos) parcialmente obstruídos ou em mau estado de conservação elevam o consumo”, diz.


O engenheiro alerta que muitos motoristas têm o costume de manter o carro em ponto morto, porém, a prática compromete a segurança dos ocupantes do automóvel e não gera economia. “Essa prática acentua o desgaste precoce dos componentes do sistema de freios, pois não aproveita a redução natural de velocidade que pode ser obtida ao cessar a aceleração do veículo com o mesmo ainda engatado aproveitando a inércia do motor, que também pode ser chamada de “freio-motor” na hora da condução do veículo. Com a exceção de carros mais antigos, equipados com carburadores, os veículos atuais contam com o sistema injeção eletrônica de combustível, que gerencia de forma automática a admissão de ar e combustível por meio de uma central eletrônica que atua de acordo com os parâmetros informados por um conjunto de sensores instalados no conjunto motopropulsor. Assim, quando o motorista retira o pé do acelerador com o veículo ainda engatado a central de injeção eletrônica ativa o sistema de “cut off”, o que faz cessar a alimentação de combustível no motor contribuindo para o consumo mais racional de combustível além de diminuir a emissão de gases”, comenta.


O especialista destaca outros pontos para evitar maiores gastos:


1. Dirija de forma prudente: Dirigir o carro como se estivesse num filme de corrida aumenta muito o consumo de combustível, além de ser perigoso para todos à sua volta. Por isso, evite ultrapassagens perigosas, acelere sempre de maneira suave e progressiva conforme o veículo aumenta a velocidade.


2. Ar-condicionado só quando necessário: Quanto mais tempo com o ar-condicionado ligado, mais combustível será gasto, em torno de 10% a mais que o normal.


3. Calibre os pneus regularmente: Quando os pneus estão descalibrados ou até murchos, existe um atrito maior com a via e o consumo de combustível pode aumentar em até 3%.


4. Confira regularmente a geometria da suspenção do seu veículo: Outro aspecto que envolve pneus e rodas, e que pode ajudar a diminuir eleva o consumo de combustível, é a geometria das rodas fora dos valores de referência recomendados. o correto alinhamento e balanceamento. Rodas desalinhadas provocam um aumento excessivo do atrito entre os pneus e a pista de rolamento, o que demanda maior energia durante o deslocamento. uma dificuldade maior para o carro se locomover, pois as rodas se arrastam. Isso diminui a vida útil dos pneus, aumenta o risco de acidentes e também o consumo de combustível.


5. Evite acessórios desnecessários, que podem aumentar seu consumo com combustível. Esses acessórios que alteram as características originais do veículo provocam mais resistência contra o ar, prejudicando a aerodinâmica e aumentando o consumo final.


6. Combustivel de qualidade: Sempre abasteça em postos de confiança e, caso note diferença de desempenho ou trepidações excessivas em marcha lenta logo após abastecer seu veículo, leve-o imediatamente ao seu mecânico de confiança e o informe do ocorrido.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade