Pesquisar

Canais

Serviços

- Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Mercado aquecido

Após baixa, vendas de carros usados no Paraná crescem 23%

Simoni Saris - Grupo Folha
15 jun 2022 às 14:25
Continua depois da publicidade

Depois de um período de baixa nas vendas entre o final de 2020 e início de 2021, o mercado de veículos usados e seminovos voltou a aquecer e as concessionárias especializadas já começam a ter dificuldades para repor os estoques e atender à demanda do mercado. Balanço da Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores) divulgado no início do mês apontou alta de 24,9% nas vendas de maio na comparação com abril, totalizando 1.173.293 unidades comercializadas no país. No Paraná, o mercado acompanha o crescimento nacional, com alta de 23,2% em maio na comparação com o mês anterior e 96.250 veículos vendidos, segundo levantamento da Assovepar (Associação dos Revendedores de Veículos do Paraná). Foi o melhor mês de vendas do ano.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


As revendas de usados e seminovos estão otimistas com os resultados de 2022. “Vimos que o Paraná acompanha a média nacional, que registrou 24% de aumento no mês e, por isso, estamos otimistas com o mercado. As vendas estão estáveis e com leve crescimento e isso nos dá perspectivas positivas para os próximos meses”, disse o presidente da Assovepar, César Lançoni.     

Continua depois da publicidade


“O mercado já deu uma aquecida, está retomando. O prazo para entrega de veículos zero quilômetro ainda não regularizou, mas começou a melhorar, já está menor, e isso faz com que volte o aquecimento dos seminovos. Vai girando o zero quilômetro na praça, o usado vai entrando para a gente e assim a roda gira”, observou o proprietário da Caldarelli Veículos, Maruam Caldarelli. Para os próximos meses, a expectativa do empresário é que as vendas se mantenham em alta. "O segundo semestre, via de regra,  já é melhor. E minha expectativa é muito boa."


Continue lendo na Folha de Londrina.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade