25/09/20
°/°
PUBLICIDADE
Carla Benedetti
Carla Benedetti
16/07/2020 - 13:58
Imprimir Comunicar erro mais opções
(Foto: Reprodução/FreePik)
(Foto: Reprodução/FreePik)


A atividade de guarda, vigilante é considerada como especial por enquadramento profissional até 28.04.1995, sendo retirada essa possibilidade pela legislação com a vigência da Lei n. 9.032/95. Neste período, a comprovação da especialidade poderia ser feita por qualquer meio de prova, sendo válido a própria anotação na carteira de trabalho, ou em outro documento. Caso restem dúvidas, pode-se corroborar a documentação por prova testemunhal.

Para os períodos posteriores a 28.04.1995, a atividade de vigilante deixa de ser reconhecida como especial por enquadramento profissional, sendo necessária a comprovação de exposição a agentes nocivos à saúde ou integridade física do trabalhador. A justiça afirma que o porte de arma de fogo caracteriza especialidade, mas, para os vigilantes desarmados, se comprovada a exposição à periculosidade, também será concedida aposentadoria especial. Para tanto, será juntado formulários PPP – Perfil Profissiográfico Previdenciário – e LTCAT – Laudo Técnico de Condições Ambientais do Trabalho – bem como Certificados de curso de vigilância, bem como de reciclagem.
COMENTE ESTE POST

 Caracteres restantes : 2000
Carla Benedetti
 
Um espaço de interação dedicado a tratar os temas mais relevantes relacionados à Previdência Social. Em pílulas do direito previdenciário você acompanhará dicas e poderá tirar suas dúvidas sobre aposentadorias, auxílios, pensões, dentre outros benefícios que os segurados possuem direito.



ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE
 
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados