11/05/21
PUBLICIDADE
Carla Benedetti
Carla Benedetti
15/02/2021 - 12:13
Imprimir Comunicar erro mais opções


É possível a contagem, para fins de carência, que é o tempo mínimo requerido para ter direito a alguns benefícios previdenciários, do período no qual o segurado esteve em gozo de benefício por incapacidade, desde que intercalado com períodos contributivos, conforme art. 55, II, da Lei 8.213/1991.

Segundo o Superior Tribunal de Justiça e a Turma Nacional de Uniformização, o tempo em que o segurado recebe auxílio-doença é contado como tempo de contribuição (art. 29, § 5º, da Lei 8.213/1991), consequentemente, deve ser computado para fins de carência .
COMENTE ESTE POST

 Caracteres restantes : 2000
Carla Benedetti
 
Um espaço de interação dedicado a tratar os temas mais relevantes relacionados à Previdência Social. Em pílulas do direito previdenciário você acompanhará dicas e poderá tirar suas dúvidas sobre aposentadorias, auxílios, pensões, dentre outros benefícios que os segurados possuem direito.



ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE
 
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados