Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Mais do mesmo

22 jul 2009 às 10:34
Continua depois da publicidade
Semana de decisão no Londrina.
O time joga a vida na Série D do Brasileiro domingo, contra o Ypiranga, em Erechim.
É vencer ou vencer.
Para chegar ao objetivo, o que os jogadores precisavam nesta semana?
Tranquilidade, apoio, confiança e cumprimento de promessas.
Não tiveram.
Não receberam todo o salário do mês de maio, vencido em 10 de junho, nem o salário de junho, vencido no último dia 10.
O mês do técnico Gilberto Pereira tem 120 dias. Não recebeu um centavo desde que desembarcou no VGD.
A promessa era de receberem na segunda-feira.
O que aconteceu? Advinhem.
Quem os pagaria viajou, sem mais nem menos, como de costume, quando quer fugir das responsabilidades.
Aliás, viaja mais do que o Lula.
E sempre de avião.
Por conta do clube, que não paga os funcionários há tempos. Gente que tem que sustentar a casa com R$ 400, menos do que uma passagem aérea para Curitiba.
O Conselho Deliberativo? Não sei por onde anda. Aliás, ele existe?
Jayme, 18 anos, dinheiro em caixa, sumiu.
Ninguém sabe dele, ninguém viu.
Aliás, a única pessoa do clube que falou com ele foi o presidente, segundo seus próprios companheiros de diretoria.
Boatos não param de surgir envolvendo o garoto.
Uns bem cabeludos, envolvendo gente graúda.
A novela deve ter desfechos nos próximos dias, vamos aguardar.

Corinthians em Londrina

Os corintianos estão eufóricos. Poderão, enfim, ver de perto o seu maior ídolo da atualidade. Ronaldo e companhia desembarcam na cidade no dia 23 de agosto para encarar o Botafogo,pela 21a. rodada do Brasileirão. A confirmação deve sair amanhã. Os empresários que estão trazendo o time para Londrina desembolsarão uma grana preta, mas, em contrapartida, terão a garantia contratual de que o Fenômeno estará aqui. A Federação Paulista de Futebol (FPF), que impediu que o pequenino Santo André faturasse uns trocados mandando os jogos contra os grandes de São Paulo aqui, não peitará o time de Andres Sanchez. Arrumar confusão com o Corinthians ou qualquer outro grande paulista é tiro no pé, como foi no final do Brasileirão com o São Paulo.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade