Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Oficialmente

Inri Cristo, catarinense que se diz Jesus reencarnado, altera nome

Folhapress
07 mai 2024 às 11:31
- inricristo.org.br
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Álvaro Thais, 76, catarinense que se diz a reencarnação de Jesus, conseguiu mudar o seu nome para Inri Cristo Thais nos documentos oficiais. O idoso que acredita ser o novo profeta retirou o nome de batismo e adotou oficialmente o nome do profeta.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Um novo será feito

Governo Federal anula leilão e cancela compra de arroz importado

Imagem de destaque
Consequências

Denúncias de antissemitismo crescem 630% no Brasil após guerra em Gaza, dizem entidades

Imagem de destaque
Saiba mais

Brasil espera recuperar certificado de eliminação do sarampo no 2º semestre

Imagem de destaque
Pesquisa Energética

EPE abre inscrições para concurso com 90 vagas e salário de R$ 13,8 mil

O religioso havia incluído os nomes "Inri Cristo", chamando-se "Álvaro Inri Cristo Thais" desde o ano 2000, por meio de uma decisão do Tribunal de Justiça do Paraná. Uma Discípula e assessora da SOUST (Suprema Ordem Universal da Santíssima Trindade), confirmou à reportagem que o nome de batismo foi retirado em março deste ano.


A alteração foi facilitada após a aprovação de Lei que permite a troca de nome e sobrenome no cartório, sem ação judicial. O código foi aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado pela Presidência em 2022.


Inri Cristo ficou conhecido após aparecer em dezenas de programas de televisão e emissoras de rádio nas décadas de 80 e 90, apresentando-se como a reencarnação de Jesus. O religioso criou a doutrina SOUST (Suprema Ordem Universal da Santíssima Trindade) e atualmente vive em uma chácara a 30 km da região central de Brasília. Ele conta com 15 discípulas mulheres e três discípulos homens.


Imagem
Londrina oferece ajuda às vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul: veja onde doar
Londrina, assim como outros Municípios paranaenses, está oferecendo auxílio às vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul. A situação do Estado é crítica e, segundo a Defesa Civil, há dezenas de mortos, além de centenas de desaparecidos e desabrigados.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade