Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade

PRF e Correios no Paraná arrecadam doações humanitárias para vítimas de temporais no RS

Redação Bonde com PRF e Agência Brasil
05 mai 2024 às 13:36
- Giulian Serafim/ PMPA/Fotos Públicas
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A tragédia ambiental que aflige o Rio Grande do Sul mobiliza a PRF (Polícia Rodoviária Federal) do Paraná e os Correios para arrecadação de doações humanitárias para auxiliar as vítimas. Até o domingo (5), temporais afetaram 781 mil gaúchos e provocara, 75 mortes em 334 municípios.


A PRF no Paraná recebe, até a quarta-feira (8), doações de água potável, alimentos não perecíveis e materiais de higiene pessoal e de limpeza para as vítimas das enchentes. Os produtos podem ser entregues em qualquer unidade no Paraná.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A corporação federal no Paraná também enviou helicópteros para auxílio no resgate de pessoas afetadas pelas enchentes.

Leia mais:

Imagem de destaque
Prejuízo bancário

Entenda o golpe do Pix errado e saiba como não ser enganado

Imagem de destaque
Após 14 anos

Lula assina decreto que reajusta Bolsa Atleta em 10,86%

Imagem de destaque

Pão é o novo vilão no trânsito? Saiba por que o bafômetro não pode ser driblado

Imagem de destaque
Denunciado pela esposa

Justiça dá prazo de 48h para que fundador da igreja Bola de Neve entregue arma



As agências dos Correios nos estados do Paraná e São Paulo, além de parte das unidades do Rio Grande do Sul, começam a receber doações a partir desta segunda-feira (6). A estatal transportará gratuitamente os donativos, sem nenhum custo aos doadores.

Publicidade


De acordo com Defesa Civil estadual, instituição parceira dos Correios nesta ação, no momento, são necessárias doações de alimentos não perecíveis da cesta básica, produtos de higiene pessoal, material de higiene seco e itens de vestuário. 


Os Correios irão doar objetos de refugo que estavam sob sua guarda - encomendas que passaram por todas as tentativas de entrega aos destinatários, não foram procurados por eles, nem pelos remetentes e já ultrapassaram o prazo de 90 dias para reclamação previsto no Código de Defesa do Consumidor. Neste caso, os desabrigados dos municípios gaúchos receberão itens de vestuário e utensílios domésticos.

Publicidade


Na cidade de Santa Maria, os Correios disponibilizaram caminhões e empregados para auxiliar a Defesa Civil do Rio Grande do Sul.


O presidente dos Correios, Fabiano Silva dos Santos, afirma que a iniciativa cumpre a obrigação da empresa pública de contribuir para enfrentar a situação de crise no Rio Grande do Sul. “Estamos colocando nossa estrutura logística a serviço da população, atuando de todas as formas que a Defesa Civil Nacional e do estado solicitarem”.

Publicidade


Agências gaúchas


No Rio Grande do Sul, os donativos podem ser entregues nas agências centrais de 39 municípios: São Borja, Santo Ângelo, Santa Rosa, Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Campo Bom, Sapiranga, Parobe, Taquara, Montenegro, Pelotas, Rio Grande, Camaqua, Bagé, Jaguarão, São Lourenço do Sul, Anta Gorda, Arvorezinha, Butia, Cachoeira do Sul, Charqueadas, Estrela, Foutoura Xavier, Guaporé, Ilopolis, Mato Leitão, Nova Brescia, Pântano Grande, Rio Pardo, Salto do Jacuí, Santa Cruz do Sul, Sobradinho, Teotoania, Taquari, Venancio Aires e Vera Cruz.


Até sexta-feira (3), do total de 400 agências dos Correios no estado, 86 estavam inoperantes por conta de alagamentos provocados pelas fortes chuvas. Uma equipe multidisciplinar tem trabalhado para a normalizar os serviços nas unidades afetadas.


Os clientes podem buscar informações sobre o funcionamento por meio da Central de Atendimento, pelo telefone 0800 725 0100, de segunda à sexta, de 8h as 20h e aos sábados de 8h às 14h.

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade