Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Capital de negócios

Construtora londrinense amplia operações e anuncia chegada a São Paulo

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
28 jul 2021 às 19:01
Continua depois da publicidade

O investimento inicial previsto na nova expansão da construtora é de R$ 100 milhões

Continua depois da publicidade


A construtora londrinense Plaenge amplia operações e anuncia a chegada a São Paulo, capital de negócios do País. A metrópole paulista foi escolhida por concentrar o maior mercado imobiliário brasileiro e por ser a maior metrópole da América do Sul. O sofisticado e tradicional bairro Moema vai receber o primeiro empreendimento Plaenge na capital paulista.

Continua depois da publicidade


"É uma conquista importante que dividimos com todos os londrinenses. Estamos felizes por levar o nome de Londrina para São Paulo. A maior construtora do Sul do Brasil chega agora ao maior centro de negócios do País”, afirma Marcelo Resquetti, diretor da Plaenge.


Com essa expansão, a Plaenge passa a operar nas nove principais cidades do Centro Sul do País (São Paulo, Curitiba, Londrina, Maringá, Joinville, Campo Grande, Cuiabá, Campinas e Porto Alegre), além do Chile.

Continua depois da publicidade


Gestão conservadora


A solidez da Plaenge é o que garante à empresa as condições para expansão dos negócios. Ao mesmo tempo que investe na constante inovação do design e dos processos construtivos, o Grupo adota um modelo de gestão conservador nas finanças, com um caixa robusto para financiar o crescimento.


Em 2020, a empresa totalizou 19 lançamentos imobiliários no Brasil e no Chile, que somam VGV (Valor Geral de Vendas) de R$ 1,6 bilhão. Em 2021, a previsão é encerrar o ano com 26 novos empreendimentos no Brasil e no Chile, com VGV estimado de R$ 2,2 bilhões.


Plaenge em São Paulo


O sofisticado bairro de Moema, onde localiza-se o icônico Parque do Ibirapuera, foi a região escolhida para receber o primeiro empreendimento Plaenge em São Paulo. É uma região de ruas arborizadas e topografia plana que favorecem o deslocamento a pé.


Moema concentra uma sofisticada rede de serviços que inclui lojas e restaurantes internacionais, escolas de alto padrão e muitas opções de lazer, como o próprio Parque do Ibirapuera, o Museu de Arte Moderna, shoppings, livrarias e cinemas.


O investimento inicial previsto é de R$ 100 milhões. Marcelo Resquetti antecipa que os paulistanos vão se surpreender com a proposta de alto padrão da Plaenge, que reúne sofisticação, design, inovação e os melhores acabamentos do mercado, aliados a uma tradição de mais de 50 anos. "Moema é um dos bairros mais sofisticados e tradicionais de São Paulo, cujas características se somam aos atributos da marca Plaenge”, analisa.


Nos últimos anos, a Plaenge inovou ao trazer para o mercado imobiliário práticas de gestão e de design do mercado automobilístico europeu. "Temos uma forte parceria com a Porsche Consulting, que nos permitiu ter um controle rigoroso e de alto nível de nossos processos de criação de produtos, gestão da produção e de relacionamento digital com nossos clientes”, analisa.


Histórico de expansões


Ao longo de 51 anos de história, a Plaenge trilhou uma trajetória de expansões para outras capitais e para o exterior, que a capacitou para o início da operação em São Paulo. A experiência de chegar a novos mercados tornou a construtora cada vez mais organizada, inovadora e competitiva.


Ainda na década de 1980, a primeira capital a receber uma expansão da Plaenge foi Cuiabá (MT), em 1983. Na época, o estado estava se abrindo para a agricultura e apresentava boa projeção de crescimento, que se confirmou ao longo das décadas. Pouco tempo depois, em 1988, foi aberta a regional de Campo Grande (MS). "Nas duas capitais, nós chegamos com a intenção de ficar e hoje somos líderes de mercado”, pontua.

Em 2003, foi a vez da Plaenge desbravar Curitiba (PR). Na mesma década, foram abertas filiais em Maringá (PR/2008) e Joinville (SC/2009). Também em 2009, foi criada a Plaenge Chile, onde a construtora prepara-se para o primeiro lançamento na capital Santiago. Dez anos depois, em 2019, a Plaenge lançou seu primeiro empreendimento em Campinas, o Vitra, que teve 60% dos apartamentos comercializados no dia do lançamento. Por fim, o ano de 2020 marcou a chegada da Plaenge à capital gaúcha Porto Alegre.


Continue lendo