Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Multa de até 300% sobre o valor

Empresas têm até o dia 29 para enviar o informe de rendimentos do Imposto de Renda 2024

Folhapress
22 fev 2024 às 11:00
- Marcello Casal Jr./Agência Brasil
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

As empresas têm até quinta-feira, 29 de fevereiro, para enviar a seus funcionários e prestadores de serviço o informe de rendimentos para a declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física 2024 (ano-base 2023).


O prazo também vale para bancos e corretoras de investimentos disponibilizarem o documento a seus clientes.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Caso o informe de rendimentos não seja liberado até a data prevista, o trabalhador deve entrar em contato com o setor contábil ou de recursos humanos da empresa, ou com o gerente, no caso de bancos e corretoras, para fazer a solicitação.

Leia mais:

Imagem de destaque
Evolução do estado

Paraná tem a quarta menor desigualdade de renda do Brasil, aponta pesquisa do IBGE

Imagem de destaque
Aquecimento global

Mudanças climáticas podem reduzir renda global em 19% até 2049

Imagem de destaque
Desigualdade

IBGE: 10% mais ricos ganham 14,4 vezes a renda dos 40% mais pobres no Brasil

Imagem de destaque
CNPJ no vermelho

Paraná tem o maior número de empresas inadimplentes na região Sul


Se o documento não for entregue no prazo ou vier com erro, a fonte pagadora fica sujeita ao pagamento de multa de R$ 41,43 por informe.

Publicidade


Prestar informação falsa sobre rendimentos pagos, deduções ou imposto retido na fonte pode ainda gerar multa de 300% sobre o valor que for indevidamente utilizado como redução do imposto devido sobre a renda.


Daniel de Paula, especialista tributário da IOB, afirma que, como regra, o fornecimento do comprovante de rendimentos é realizado diretamente ao beneficiário de forma impressa, conforme modelo instituído pela Receita Federal, mas atualmente pode ser enviado por meio a eletrônico.

Publicidade


"A empresa pode fornecer comprovante por meio de processamento eletrônico de dados, e com isso adotar layout diferente do modelo disponibilizado pela Receita, desde que contenha todas as informações nele previstas, ficando dispensada assinatura ou chancela mecânica", diz.


A empresa pode enviar o informe por email ou no sistema interno, a chamada intranet. Mas, se preferir, o trabalhador pode solicitar a via impressa do comprovante, sem custo.

Publicidade


O informe é necessário para o preenchimento da declaração de IR. Nele constam os valores recebidos ao longo de 2023, como salário, 13º e participação nos lucros, entre outras informações. Também estão anotados no documento descontos com plano de saúde e previdência privada, por exemplo.


Para o investidor, o documento mostra as aplicações, em renda fixa ou variável, e os rendimentos obtidos ao longo do ano.

Publicidade


Imagem
Contorno Leste será incluído no Lote 4 do pedágio, afirma ministro
O ministro do trasporte, Renan Filho (MDB) garantiu às lideranças da região de Londrina que o contorno leste será incluído no Lote 4 da concessão do pedágio. A informação foi confirmada a FOLHA por fontes que participaram da reunião realizada nesta quarta


Aposentados, pensionistas e beneficiários do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) já podem acessar o informe pelo site ou aplicativo Meu INSS e na agência onde recebem o pagamento.


A entrega da declaração do Imposto de Renda deve vai de março a maio. O especialista da IOB orienta reunir os documentos com antecedência para simplificar o processo e, principalmente, evitar que recibos importantes fiquem de fora da declaração favorecendo que o contribuinte cai na malha fina.

Publicidade


"Mesmo que o contribuinte opte pela declaração pré-preenchida, é obrigação dele verificar todos os valores e os documentos listados na declaração de Imposto de Renda de 2024", diz Paula.


"As informações dos documentos servem para a Receita cruzar os dados, saber quanto o contribuinte pagou de imposto durante o último ano e conferir se houve sonegação ou não. Quanto antes a pessoa reunir os documentos, mais tempo terá para ir atrás de recibos fundamentais que estão faltando", afirma.

Publicidade


LISTA DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA DECLARAR O IR


Além do Informe de rendimentos, o contribuinte precisa do recibo de entrega da última declaração de Imposto de Renda, que pode ter sido salvo em PDF, no programa de declaração do ano anterior ou impresso.


Também é possível pedir a segunda via no site da Receita Federal, por meio do e-CAC, que é o centro de atendimento virtual da Receita. É preciso ter senha do Portal Gov.br.


Além do recibo, é preciso ter em mãos alguns documentos pessoais e cadastrais, como:


- Título de eleitor


- CPF de dependentes, alimentandos e do cônjuge


- Comprovante de endereço


- Dados relativos ao trabalho e investimentos


Comprovante de despesas dedutíveis


O contribuinte também deve reunir todas as notas fiscais de gastos com educação, com procedimentos médicos, dentista, previdência privada e demais recibos que podem amortizar a base de cálculo do IR.


Compra e venda de bens


Também devem ser registradas as transações de compra e venda de bens como imóveis e automóveis. Se nessas movimentações o contribuinte obtiver ganho de capital e o esse lucro for renda tributável, é necessário baixar o programa GCAP (Ganhos de Capital) e fazer o pagamento devido à Receita Federal.


As regras para a declaração do Imposto de Renda de 2024 ainda serão divulgadas pela Receita Federal.


Imagem
Daniel Alves: Ex-jogador é condenado a 4 anos e meio por estupro
O ex-jogador Daniel Alves, 40 anos, foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão pelo estupro de uma jovem, então com 23 anos, no banheiro de uma boate em Barcelona, no dia 30 de dezembro de 2022.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade