Pesquisar

Canais

Serviços

Marcos Roman/Grupo Folha
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Alimentação

Londrina começa a distribuir cartão 'Comida Boa'

Marcos Roman - Grupo Folha
18 dez 2021 às 13:35
Continua depois da publicidade

Em Londrina, o Cartão Comida Boa deve ser entregue a dez mil famílias, conforme dados divulgados pelo Governo do Estado. O benefício visa prestar suporte para a segurança socioassistencial de sobrevivência e renda das famílias e pessoas em vulnerabilidade social. O repasse será feito a famílias já cadastradas no Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do Governo Federal e que não foram contempladas pelo Programa Auxílio Brasil – o antigo Bolsa Família – que estejam em situação de extrema pobreza, e cuja renda per capita não ultrapasse os R$ 200, nos termos do Decreto Federal 10.852//21. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Cabe à Prefeitura de Londrina realizar ações estritamente voltadas ao recebimento, desbloqueio e entrega dos cartões do Comida Boa. Com base na listagem emitida pelo Estado, as equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social  estão realizando contato telefônico com os beneficiários e beneficiárias para o agendamento da retirada dos cartões. “Queremos que os cartões cheguem o mais rápido possível às famílias, favorecendo-as antes do Natal. Para isso, estamos ligando para cada uma das pessoas contempladas, explicando o motivo do recebimento e orientando sobre a retirada. Basta que a pessoa indicada para receber o cartão compareça no dia e horário marcados, levando um documento pessoal que comprove ser ela fazendo a retirada”, explicou a secretária municipal de Assistência Social, Jacqueline Micali. 

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


“Fiquei muito feliz quando recebi a ligação avisando que eu teria direito ao Cartão Comida Boa. O valor não é alto, mas esses 80 reais já vão ajudar bastante, principalmente para quem está desempregado como eu”, afirmou o motorista Nivaldo Oliveira, morador da zona sul da cidade e que estava entre os primeiros atendidos no mutirão iniciado na manhã deste sábado. “Essa ajuda veio em boa hora, pois fiquei meses desempregada e tenho quatro filhos para criar”, ressaltou a manicure Sueli Rodrigues, que reside na zona oeste. “Toda ajuda é bem-vinda, ainda mais durante essa crise que estamos enfrentando e que fez com que muitas pessoas perdessem o emprego”, disse a desempregada Morgana Tassi, moradora da zona leste. 


Após o mutirão neste final de semana, o trabalho de busca ativa dos beneficiários do Cartão Comida Boa continuará sendo feito por mais dez dias pelos servidores da Secretaria Municipal de Assistência Social. Portanto, não é necessário a procura a qualquer unidade de CRAS ou CREAS para atendimento. "Estamos com um contingente grande para realizar este trabalho e desejamos que tudo corra da melhor forma para que as famílias tenham acesso ao auxílio neste fim de ano”, destacou Jacqueline Micali ao informar que 120 servidores estão se revezando nessa missão.  


Os recursos distribuídos pelo Comida Boa são provenientes do Fundo Estadual de Combate à Pobreza do Paraná (Fecop) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Nos primeiros meses, a execução também terá a colaboração do Fundo para Infância e Adolescência (FIA) para as parcelas das famílias com crianças e adolescentes. Em Londrina, os recursos transferidos por meio do Cartão Comida Boa podem ser usados pelas famílias beneficiadas em 250 estabelecimentos comerciais.  

Continue lendo