Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
8.468 vagas no ano

Londrina gera 746 vagas de emprego em novembro, pior resultado do 2º semestre

Celso Felizardo - Editor/Grupo Folha
29 dez 2022 às 12:23
- Ana Volpe/Agência Senado
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O estoque de emprego formal em Londrina foi de 746 vagas positivas em novembro. Os dados são do Novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados nesta quarta-feira (28) pelo Ministério do Trabalho e Previdência. 


O saldo é resultado de 7.336 admissões, contra 6.590 demissões no período. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Apesar do número positivo, este é o menor patamar registrado pelo município desde abril. Havia três meses que Londrina aparecia sempre com mais de 1 mil vagas de trabalho no saldo. E o setor que mais contribuiu para esta retração foi a indústria. 

Leia mais:

Imagem de destaque
Loteria acumulada

Mega-Sena sorteia R$ 47 milhões neste sábado

Imagem de destaque
Saiba mais

Indústria do Paraná emprega quase 39% dos imigrantes

Imagem de destaque
Dicas de planejamento

Saiba como se preparar para uma viagem aos EUA com o dólar em alta

Imagem de destaque
Para nascidos em julho e agosto

Governo libera R$ 4,5 bilhões para pagar PIS/Pasep de junho


Em novembro, a diferença entre contratações e desligamentos ficou negativa em 209 vagas. A agropecuária também registrou encolhimento de 16 postos de trabalho no mês passado.

Publicidade


Apesar disso, o município apresentou bons resultados nos setores de serviços (489), comércio (405) e construção civil (71). 


No acumulado do ano, Londrina gerou 8.468 vagas de emprego formal, resultado de 87,9 mil admissões e 79,4 demissões. Neste ano, a segunda maior cidade do Estado não apresentou desempenhos negativos e teve apenas um resultado menos expressivo, de quatro vagas, em março.

Publicidade


O acompanhamento mensal dos dados do Caged, feito pelo Nupea (Núcleo de Pesquisas Econômicas Aplicadas) da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), campus Londrina, destaca o crescimento do setor de serviços na cidade, porém alerta para a perda de dinamismo na indústria, o que segundo os pesquisadores, “deve levar a resultados negativos para os demais setores nos próximos meses”.


Entre as cinco principais cidades da Região Metropolitana de Londrina, Arapongas e Ibiporã apresentaram evolução negativa na geração de empregos com carteira assinada.


 Londrina tem o melhor resultado em termos absolutos, mas Cambé se destaca com evolução de 0,55% no estoque de empregos em relação ao mês anterior.


Leia a reportagem completa na FOLHA DE LONDRINA.

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade