Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Transações bancárias

Pix, para facilitar pagamentos, tem um milhão de cadastros em 4 horas

Agência Brasil
05 out 2020 às 16:16
- Marcello Casal Jr./Agência Brasil
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Banco Central (BC) registrou nesta segunda-feira (5) 200 mil chaves do Pix, em cerca de duas horas e meia de cadastramento. Até o início da tarde, já eram mais de 1 milhão de cadastros. Apenas na primeira hora, foram cadastradas 50 mil chaves. O volume subiu para 200 mil por volta das 11h30 e superou a marca de 1 milhão uma hora depois.

O novo sistema de pagamentos instantâneos do BC, previsto para começar a funcionar em 16 de novembro, entrou em fase de teste nesta segunda-feira. Desde as 9h, os clientes podem registrar as chaves digitais de endereçamento para enviar ou receber recursos em 667 instituições financeiras do país.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O Pix funcionará 24 horas por dia e reduzirá para 10 segundos o tempo de liquidação de pagamentos entre estabelecimentos com conta em bancos e instituições diferentes.

Leia mais:

Imagem de destaque
Evolução do estado

Paraná tem a quarta menor desigualdade de renda do Brasil, aponta pesquisa do IBGE

Imagem de destaque
Aquecimento global

Mudanças climáticas podem reduzir renda global em 19% até 2049

Imagem de destaque
Desigualdade

IBGE: 10% mais ricos ganham 14,4 vezes a renda dos 40% mais pobres no Brasil

Imagem de destaque
CNPJ no vermelho

Paraná tem o maior número de empresas inadimplentes na região Sul


LEIA MAIS: Aplicativos de bancos apresentam instabilidade no 1º dia de cadastro do Pix

Publicidade


As chaves do Pix são uma combinação para que o cliente – pessoa física ou jurídica – possa pagar e receber dinheiro em até 10 segundos. A chave é composta por uma das três informações, número de celular, e-mail ou CPF/CNPJ, que o correntista deverá digitar para fazer as transações.


O BC realizou na manhã de hoje uma live, em sua página do Youtube, para esclarecer dúvidas sobre o início do cadastro de chaves do Pix. Veja abaixo:

Publicidade



Como cadastrar

Para cadastrar a chave, basta que o interessado acesse o aplicativo da instituição em que tem conta e faça o registro, vinculando a uma conta específica uma das três informações: número de telefone celular, e-mail ou CPF/CNPJ. Há ainda a possibilidade de gerar uma chave aleatória, caso o cliente não queira compartilhar seus dados pessoais. As informações serão armazenadas em uma plataforma tecnológica desenvolvida e operada pelo BC.

Publicidade


Cada pessoa poderá cadastrar até cinco chaves em uma mesma conta. Por exemplo: CPF, dois telefones e dois e-mails; ou dois telefones e três e-mails. Entretanto, cada uma dessas chaves poderá ser vinculada a apenas uma conta, seja corrente, poupança ou pré-paga, ainda que na mesma instituição. Ou seja, o mesmo CPF, por exemplo, não poderá ser cadastrado em duas contas diferentes. Assim, ao informar uma chave ao pagador, o recebedor saberá identificar em qual conta os recursos serão creditados.


De acordo com Mayara Yano, assessora do Decem, que também participou da live, o cliente terá total flexibilidade para mudar as chaves entre as contas, assim como excluí-las.


O Pix é totalmente gratuito para pessoas físicas. Quanto às pessoas jurídicas, as instituições financeiras poderão cobrar tarifa tanto no envio quanto no recebimento de dinheiro por meio do Pix. Serviços acessórios ligados ao pagamento e ao recebimento de recursos também poderão ser tarifados. Caberá às instituições financeiras definir o valor das tarifas, mas, segundo Brandt, o custo operacional para os bancos é de R$ 0,01 a cada dez transações.

.
.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade