Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Aleitamento materno

Hospital São Rafael, em Rolândia, conquista certificado de Amigo da Criança

Redação Bonde com AEN
20 mai 2024 às 17:21
- Associação Beneficente Hospital São Rafael
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Associação Beneficente Hospital  São Rafael, de Rolândia (região metropolitana de Londrina), conquistou a certificação de IHAC (Hospital Amigo da Criança), certificação do Ministério da Saúde, validada pela equipe de Atenção à Saúde da Sesa (Secretaria da Saúde). A habilitação de mais uma maternidade foi concedida pela Sesa, pelo incentivo ao aleitamento materno e qualidade no atendimento às mães e bebês.

Em Londrina, três hospitais possui certificado.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O título é conferido às unidades hospitalares do Paraná que cumprem 13 requisitos para o sucesso do aleitamento materno, cuidado da mulher e cuidados com o bebê. Após concedida, a habilitação é reavaliada a cada três anos.

Leia mais:

Imagem de destaque
Aumento de 27,12%

Belinati afirma que não houve demora no envio dos projetos que aumentam salário dos GMs para a Câmara

Imagem de destaque
Julgamento suspenso

Após voto de Toffoli, STF segue sem decisão sobre porte de maconha para uso pessoal

Imagem de destaque
Ex-atriz da novela "Uga Uga"

Deputada Silvia Waiãpi é cassada sob acusação de pagar harmonização facial com verba eleitoral

Imagem de destaque
Doce, dengosa, polida...

Em comemoração aos 50 anos de carreira, Alcione se apresenta em Londrina nesta sexta


No estado do Paraná, outras 19 unidades já possuem a certificação. Somente no último ano, 11 instituições passaram pela revalidação da habilitação da equipe técnica e 10 foram aprovadas em todos os critérios necessários. Em Londrina, os hospitais Amigo da Criança são: Hospital Evangélico, Maternidade Municipal Lucilla Ballallai, Hospital Universitário Regional do Norte do Paraná.

Publicidade


“Nos últimos três anos o processo do Hospital Amigo da Criança transformou as rotinas do hospital, foi um aprendizado importante para todas as equipes. O resultado é fantástico, principalmente no atendimento aos nossos pacientes e familiares”, afirmou o diretor-presidente do hospital São Rafael, Paulo Boçois. “A conquista também deixou um legado para a busca de novas certificações de qualidade”.


PACTO 

Publicidade


Em dezembro de 2023, o Estado formalizou o Pacto para Redução da Mortalidade Materna e Infantil, com a adesão de 17 instituições. Elas assumiram o compromisso de reduzir em 10% os indicadores de mortalidade materno-infantil no Paraná até 2027, com o estabelecimento de dez ações prioritárias, conforme o plano plurianual da Sesa.


“São atividades que exigem o envolvimento de todos os profissionais e, por isso, o título é uma conquista coletiva. Ao longo dos últimos anos, trabalhamos para reforçar a importância do aleitamento materno como prática essencial para o desenvolvimento saudável do bebê. Essa estratégia impacta diretamente na redução da mortalidade infantil”, reforçou a chefe da Divisão de Atenção à Saúde da Criança e do Adolescente da Sesa, Fernanda Crosewski.

Publicidade


AMIGO DA CRIANÇA 


A Iniciativa Hospital Amigo da Criança foi lançada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), em 1992, sendo incorporada pelo Ministério da Saúde no mesmo ano. Desde então, a iniciativa capacita profissionais, realiza avaliações e estimula a rede hospitalar para o credenciamento de novos estabelecimentos. Os gestores estaduais devem apoiar as ações em educação permanente com mães e profissionais de saúde, não somente nos hospitais, mas também nas UBS (Unidades Básicas de Saúde).

Publicidade


Instituições reconhecidas como Hospital Amigo da Criança no Paraná:


Associação Beneficente Hospital São Rafael (Rolândia)

Publicidade

Hospital Evangélico de Londrina (Londrina)

Maternidade Municipal Lucilla Ballallai (Londrina)

Publicidade

Hospital Universitário Regional do Norte do Paraná (Londrina)

Hospital Maternidade Alto Maracanã (Colombo)

Hospital Universitário Evangélico Mackenzie (Curitiba)

Hospital do Trabalhador (Curitiba)

Hospital de Clínicas (Curitiba)

HNSG Maternidade Mater Dei (Curitiba)

Hospital Ministro Costa Cavalcanti (Foz do Iguaçu)

Santa Casa de Irati (Irati)

Maternidade Municipal Humberto Carrano (Lapa)

Hospital Universitário Regional de Maringá (Maringá)

Instituto de Saúde São Lucas de Pato Branco (Pato Branco)

Hospital Municipal Nossa Senhora da Luz dos Pinhais (Pinhais)

Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa (Ponta Grossa)

Hospital e Maternidade de Ribeirão do Pinhal (Ribeirão do Pinhal)

Associação Beneficente de Saúde do Oeste do Paraná - HOESP (Toledo)

Hospital Universitário do Oeste do Paraná (Cascavel)

Associação de Proteção à Maternidade e à Infância (União da Vitória)


Instituições que aderiram ao Pacto para Redução da Mortalidade Materna e Infantil:


Secretaria de Estado da Saúde

Secretaria de Estado da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa

Assembleia Legislativa do Paraná

Ministério Público do Paraná

Defensoria Pública do Paraná

Comitê Estadual de Prevenção da Mortalidade Materna, Infantil e Fetal

Associação dos Municípios do Paraná

Associação dos Consórcios e Associações Intermunicipais de Saúde do Paraná

Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Paraná

Conselho Estadual de Saúde do Paraná

Federação de Hospitais e Estabelecimento de Serviços de Saúde no Estado do Paraná

Federação de Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Beneficentes do Estado do Paraná

Conselho Estadual de Direitos da Mulher do Paraná

Conselho Regional de Medicina do Paraná

Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia do Paraná

Associação Brasileira de Enfermagem

Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras do Paraná


LEIA TAMBÉM:


Imagem
Dengue pode deixar sequelas no corpo; descubra quais são
O Brasil já registra mais de 4,8 milhões de casos prováveis de dengue em 2024, segundo dados do Painel de Monitoramento de Arboviroses do Ministério da Saúde da última sexta-feira (17).
Imagem
Susana Vieira diz ter leucemia incurável, mas está 'em paz'
Entrevistada pelo Fantástico, a atriz Susana Vieira, 81, revelou que tem uma doença incurável, mas que "está em paz" com o diagnóstico. A artista tem Leucemia Linfocítica Crônica.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade