Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação/PMPR
NO CENTRO

Londrina: policial militar é absolvido da morte de flanelinha

08 set 2021 às 16:54
Continua depois da publicidade

Em uma decisão unânime, os três desembargadores da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná absolveram o policial militar que atirou e matou o flanelinha Emerson Garcia, 35 anos, após uma discussão na Rua Paes Leme, região central de Londrina. Segundo o Ministério Público, seis tiros foram disparados contra a vítima, que morreu no local mesmo com a presença dos socorristas do Siate. O caso aconteceu no dia 27 de dezembro de 2019, perto das 18h. 

Continua depois da publicidade


Depois de ouvir o réu e várias testemunhas, o juiz da 1ª Vara Criminal, Paulo César Roldão, mandou o PM a júri popular. A defesa recorreu e obteve a vitória no TJ. No recurso, o advogado Eduardo Mileo alegou que o agente agiu em legítima defesa. "As declarações de pessoas que presenciaram o fato comprovam que o Emerson foi em direção ao meu cliente armado com uma faca. Ele só se defendeu", disse. 

Continua depois da publicidade


Em nota, o advogado da família do flanelinha, Mário Barbosa, pontuou que "a Constituição é clara em determinar que, na dúvida se o réu agiu ou não em legítima defesa, são os jurados que têm que dar o veredicto. Mesmo sabendo da instabilidade jurídica que o Brasil enfrenta, recorreremos para que a justiça reine".


Leia mais na Folha de Londrina. 

Continua depois da publicidade

Continue lendo