Pesquisar

Canais

Serviços

Panfleto da CMTU: ideia é fazer com que as pessoas colaborem para que haja mais vagas no estacionamento público - Divulgação/CMTU
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Educação

CMTU quer que motoristas estacionem melhor

Loriane Comeli - Redação Bonde
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) lançou nesta segunda-feira uma campanha chamada "Estacione Legal", cujo objetivo é conscientizar os motoristas a usar melhor as vagas de estacionamento nas ruas de Londrina.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Trata-se de um panfleto que está sendo distribuído na vagas da Zona Azul e em outros locais com o seguinte texto: "Ao estacionar verifique se há espaço para outro veículo, na frente ou atrás. A vaga ocupada a mais faz falta para outro motorista. E pode fazer falta para você em outro dia".

Continua depois da publicidade


A ideia, na verdade, não é da CMTU, e sim de um comerciante de Londrina que há três anos tenta melhorar o aproveitamento dos espaços próximo de sua loja, que fica na Superquadra Tupã, na Avenida Duque de Caxias. Naquele prédio há 11 lojas e, portanto, poucas vagas para todos os clientes.


"Sou uma pessoa curiosa e sempre ficava observando o trânsito e como muitos motoristas usam mal as vagas: param o carro num espaço que caberiam dois veículos", contou ao Bonde Iedo Lauro Cordeiro. "No começo, eu ia pessoalmente alertar os motoristas, mas muitos não gostavam. Então, decidi criar o panfleto".


O material se tornou público e despertou a atenção do diretor de Trânsito da CMTU, major Sérgio Dalben, que obteve a autorização do comerciante para usar a ideia. "É melhor ainda porque é uma ideia de um cidadão, que está preocupado com um problema urbano", avaliou em entrevista ao Bonde.

Continua depois da publicidade

Dalben contabilizou que em cada quarteirão – com 100 metros aproximadamente – sobram apenas cerca de 55 metros para estacionamento. Isto porque cada comércio tem direito a 3,5 metros de guia rebaixada e não pode haver parada nos 5 metros das esquinas. "E também tem muito comerciante que não respeita os 3,5 metros", apontou Dalben.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade