Pesquisar

Canais

Serviços

- CMTU
Interdição por 8 meses

Obra na Rio Branco com Leste-Oeste interdita rotatória sentido norte/centro em Londrina

Redação Bonde com N.com
31 mai 2021 às 16:23
Continua depois da publicidade

A construção da trincheira das avenidas Rio Branco com Leste-Oeste segue em Londrina e, para dar continuidade às obras de drenagem na área, nesta terça-feira (1), a Prefeitura de Londrina, por meio da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), informa que está programada a interdição da rotatória, sentido Norte/Centro

Continua depois da publicidade


Com isso os condutores que trafegam sentido zona Norte pela Av. Rio Branco ao chegarem à rotatória devem seguir à direita pela Av. Leste-Oeste até as proximidades da UPA Jd. do Sol, onde haverá uma passagem no canteiro que possibilita o retorno para o Centro ou para a Av. Juscelino Kubitschek.

Continua depois da publicidade


O retorno construído em frente a UPA terá seu fluxo controlado por sistema semafórico. A CMTU solicita a todos os condutores, total atenção à sinalização e cuidados na área de obras. Agentes da CMTU vão acompanhar o trânsito e realizar orientações no local.


A CMTU orienta os condutores que utilizam a Av. Rio Branco que busquem rotas alternativas, como Av. Lúcia Helena ou Rod. Carlos João Strass evitando possíveis congestionamentos. A previsão é que essa interdição permaneça por aproximadamente oito meses.

Continua depois da publicidade


O investimento Prefeitura de Londrina na construção da trincheira ultrapassa os R$ 25 milhões. Além de melhorar a segurança e a mobilidade num dos locais de maior gargalo do trânsito, a obra contempla a implantação de ciclovia, instalação de luminárias LED, edificação de rampas de acessibilidade para cadeirantes e pavimentação reforçada.

A iniciativa se soma à revitalização das avenidas Francisco Gabriel Arruda, Winston Churchill e Rio Branco. As benfeitorias visam adequar os três corredores à implementação do Sistema de Transporte Urbano BHLS (Superbus), que promete agilizar e facilitar os deslocamentos entre a região norte e a área central da cidade.


Continue lendo