Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação/ CMTU
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Construção de trincheira

Avenida Rio Branco tem novo trecho interditado para obras da trincheira em Londrina

Redação Bonde com N.com
19 abr 2021 às 16:42
Continua depois da publicidade

A construção da trincheira entre as avenidas Leste-Oeste e Rio Branco segue em Londrina e, para dar continuidade às obras de drenagem na área, nesta segunda-feira (19) a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) interditou a segunda via no trecho entre as ruas Gumercindo de Souza e Dionísio Kloster Sampaio, no jardim Shangri-lá.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Em razão do bloqueio, o fluxo de veículos na avenida Rio Branco passou a funcionar em mão dupla da rua Tietê até a altura do número 856. Também em decorrência da intervenção, foram proibidas as conversões à esquerda no cruzamento com a Tietê. O acesso desta via para e Rio Branco, no entanto, permanece liberado.

Continua depois da publicidade


Com o avanço dos trabalhos, que começaram em janeiro, a CMTU realizou ainda a liberação das conversões sob o viaduto da BR-369. Assim, as manobras de retorno ou acesso à rodovia, feitas embaixo do pontilhão, foram novamente autorizadas. Neste ponto, o tráfego voltou a ser disciplinado por semáforos.


A sinalização do perímetro impedido foi executada pela empresa TCE Engenharia, empreiteira encarregada das ações, com supervisão da CMTU. A expectativa é o que o fechamento leve 30 dias, a depender das condições climáticas.

Continua depois da publicidade


O investimento Prefeitura de Londrina na construção da trincheira ultrapassa os R$ 25 milhões. Além de melhorar a segurança e a mobilidade num dos locais de maior gargalo do trânsito, a obra contempla a implantação de ciclovia, instalação de luminárias LED, edificação de rampas de acessibilidade para cadeirantes e pavimentação reforçada.

A iniciativa se soma à revitalização das avenidas Francisco Gabriel Arruda, Winston Churchill e Rio Branco. As benfeitorias visam adequar os três corredores três à implementação do Sistema de Transporte Urbano BHLS (Superbus), que promete agilizar e facilitar os deslocamentos entre a região norte e a área central da cidade.


Continue lendo