Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade

Protesto paralisa Instituto do Câncer

Da Redação - Folha de Londrina
09 ago 2001 às 20:53
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O protesto com duas horas de paralisação dos funcionários do Instituto de Câncer de Londrina (ICL) provocou uma longa fila de espera no ambulatório nesta quinta-feira. Os empregados da área de saúde reivindicam reposição de 7,07% relativa à inflação dos últimos 12 meses.
Os serviços de atendimento aos pacientes internos, exames de cintilografia, aplicações de quimioterapia e cobalto foram mantidos no hospital, mas com um número reduzido de pessoal. Cinco cirurgias foram canceladas. Os médicos que atenderiam as consultas do ambulatório também apoiaram o manifesto.
A adesão ao movimento, segundo a presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimento de Saúde (SinSaúde), Ana Maria da Cruz, chegou a 80%. Entre os pacientes que estavam na fila, alguns desde o final da madrugada, havia pessoas irritadas, mas a grande maioria compreendeu o protesto.

* Leia mais em reportagem de Célia Guerra na Folha de Londrina/Folha do Paraná desta sexta-feira

Cadastre-se em nossa newsletter


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade