Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Vítimas do ataque em Cambé

Missa em homenagem a Karoline e Luan reúne multidão na Paróquia Santo Antônio

Jéssica Sabbadini - Especial para a Folha
26 jun 2023 às 08:40
- Jéssica Sabbadini
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Cada canto da Paróquia Santo Antônio, em Cambé (Região Metropolitana de Londrina), foi tomada por fiéis que foram homenagear e orar por Karoline Verri Alves e Luan Augusto da Silva, ambos de 16 anos, que morreram após um ataque ao Colégio Professora Helena Kolody.


A missa de sétimo dia foi realizada na noite deste domingo (25) e reuniu uma multidão de pessoas. Cartazes com a foto do casal foram colocados na entrada e no altar da igreja, assim como muitas pessoas vestiam camisetas com uma estampa que homenageia os jovens mortos na tragédia.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O vigário paroquial da Igreja Santo Antônio, padre Pedro Ramos de Faria, conhecia os jovens há quatro anos, desde quando chegou à paróquia. Ele conta que os jovens eram muito participativos nas missas e ações da igreja, assim como as suas famílias.

Leia mais:

Imagem de destaque
Norte do Paraná

Jovem morre após colidir contra barranco e ser jogada para fora de caminhonete na PR-340, em Centenário do Sul

Imagem de destaque
Três pessoas ficaram feridas

Motorista é preso por dirigir embriagado após invadir pista e colidir contra carro na PR-272, em Faxinal

Imagem de destaque
Foi encaminhado ao hospital

Motociclista fica ferido após se envolver em acidente com carro e caminhão na PR-323, em Sertanópolis

Imagem de destaque
Negociação de débitos municipais

Com previsão de arrecadar R$ 44 milhões, Profis deve começar em maio em Londrina


Apesar de a missa ter sido marcada para as 19h, fiéis começaram a chegar às 18h. Dilson Antônio Alves e Keller Verri, pais de Karoline, compareceram com outros familiares. Alves ressaltou que é gratificante ver todas as pessoas que compareceram em um momento muito importante para a família. 

Publicidade


Segundo ele, a tragédia causou uma comoção em toda a população da região, o que até mesmo fez com que o casal fosse reconhecido pela Arquidiocese de Londrina como exemplo de pessoas que viveram na santidade.


A possibilidade de um pedido de beatificação do casal ainda está sendo analisada pelo Setor Juvenil da Arquidiocese de Londrina, mas eles já consideram os dois jovens como intercessores da juventude. 


“Nós ficamos comovidos porque para nós ela era apenas a nossa filha, com uma vida simples, um namorado, e do nada isso se tornou algo extraordinário. É algo comovente”, explica. Segundo ele, Karoline e Luan podem ser exemplos para todos os jovens.


Leia a reportagem completa na FOLHA DE LONDRINA:


Imagem
Missa em homenagem a Karoline e Luan lota Paróquia Santo Antônio
Cada canto da Paróquia Santo Antônio, em Cambé (Região Metropolitana de Londrina), foi tomada por fiéis que foram homenagear e orar por Karoline Verri Alves e Luan Augusto da Silva, ambos de 16 anos, que morreram após um ataque ao Colégio Professora Helena Kolody.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade