17/04/21
PUBLICIDADE
Disparada de infecções

Governo de Portugal aprova uso obrigatório de máscaras ao ar livre

Unsplash
Unsplash


Em mais uma medida para conter a disparada de infecções pelo coronavírus, o Parlamento de Portugal aprovou nesta sexta-feira (23) o uso obrigatório de máscaras ao ar livre.


A medida tem validade de 70 dias e vale para pessoas com idade superior a dez anos, sempre que não for possível manter distanciamento físico. Quem descumprir as regras está sujeito a multas entre 100 euros e 500 euros (de R$ 664 a R$ 3.322).

Até agora, o uso de proteção facial era obrigatório em estabelecimentos comerciais, espaços fechados e nos transportes públicos. O texto originalmente proposto pelo governo acabou deixado de lado devido a controvérsia em outro ponto: além do uso de máscaras na rua, haveria também a obrigatoriedade de instalar o aplicativo oficial de rastreamento de contatos de pessoas infectadas, o StayAway Covid.

Em meio a polêmicas sobre privacidade e compartilhamento de dados, a proposta foi duramente criticada por juristas, especialistas em saúde e deputados da base do governo, que acabou desembarcando da ideia. Restou aprovar, então, o texto alternativo do partido de oposição.

Apesar de a obrigatoriedade de máscaras ter sido apoiada pela maior parte dos deputados, sobraram críticas à atuação do governo de António Costa na gestão deste repique da pandemia em Portugal.

Alguns parlamentares também questionaram a falta de clareza no texto, que determina uso de máscaras em situações em que o distanciamento não é possível, mas não estabelece um limite claro para a distância mínima necessária. "É preciso que os critérios da aplicação da lei sejam definidos com clareza", pediu o líder parlamentar do PCP, o deputado João Oliveira.

Nas últimas duas semanas, o número de novas infecções pelo SARS-CoV-2 disparou em Portugal, assim como em muitos países europeus. Nesta quinta (22), o país ultrapassou pela primeira vez a marca de 3.000 novos casos em um único dia, com 3.270 testes positivos em todo o território.

Especialistas já trabalham com um cenário de até 6.000 novas infecções diárias em novembro.

Enquanto isso, o sistema de saúde do país dá sinais de tensão. Já há mais doentes internados agora do que nos primeiros meses da pandemia. Na região metropolitana da capital, mais de 80% das vagas para pacientes com Covid-19 nas enfermarias dos hospitais estão ocupadas.

Assim, as duas grandes cidades do país, Lisboa e Porto, vão reabrir hospitais de campanha.
O uso de máscaras ao ar livre se junta a outras restrições impostas. Na quinta, o Conselho de Ministros colocou três cidades no Norte do país -Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira- em confinamento parcial, com saídas autorizadas só para trabalho, estudos, questões de saúde e outras poucas exceções.

Para evitar viagens no fim de semana do dia de Todos os Santos (1º/11), tradicional data religiosa no país, os cidadãos foram proibidos de sair de suas cidades no período entre 30 de outubro e 3 de novembro.

Na semana passada semana, o governo já havia limitado reuniões a um máximo de 5 pessoas, além de apertar a festas e estabelecimentos comerciais. Até agora, segundo dados da DGS (Direção-Geral da Saúde), foram confirmados um total de 112.440 casos e 2.276 mortes pela Covid-19.
Folhapress
PUBLICIDADE
Continue lendo
Deu falta

Professores da rede estadual denunciam falhas em novo sistema de registro de frequência

16 ABR 2021 às 20h20
Menor tarifa

Governo do Paraná defende modelo de pedágio com caução para obras

16 ABR 2021 às 18h15
Casa nova

Prefeitura de Londrina anuncia novo condomínio para famílias cadastradas na Cohab

16 ABR 2021 às 17h52
Funcionalismo

Bolsonaro abre caminho para reajuste de servidor em ano eleitoral

16 ABR 2021 às 16h53
Entrevista com Senador

Não há dúvida da culpa do governo no desastre da pandemia, diz membro da CPI da Covid

16 ABR 2021 às 16h13
Como não cair em armadilhas

Procon de Arapongas alerta sobre golpe de boletos bancários

16 ABR 2021 às 15h32
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados