Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Conflito entre Israel e Hamas

Roger Waters chama Joe Biden de 'criminoso de guerra' durante show no RS

- Lucas Alvarenga/Divulgação
UOL/Folhapress
03 nov 2023 às 12:05
Publicidade
Publicidade

Roger Waters chamou o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, de "criminoso de guerra" durante apresentação em Porto Alegre (RS), na quarta-feira (1º).


O vocalista do Pink Floyd criticou a posição de Biden em meio ao conflito entre Israel e Hamas na Faixa da Gaza, que já provocou a morte de milhares de palestinos - os EUA têm apoiado enfaticamente o estado judeu com o envio de armas e dinheiro.

Publicidade
Publicidade


Durante a apresentação, um telão exibiu a foto de Biden com a legenda "criminoso de guerra" em português. Esse tipo de posicionamento político é comum nos shows do Pink Flloyd e tem sido reproduzida ao longo das apresentações da banda na turnê "This is Not a Drill", que tem viajado o mundo desde 2022.

Leia mais:

Imagem de destaque
Fez uma visita ao pai

Príncipe Harry fala pela 1ª vez sobre câncer do rei Charles 3º

Imagem de destaque
Cobertura de saúde gratuita

Tailândia oferece seguro viagem para atrair turistas

Imagem de destaque
Mortes suspeitas

Relembre mortes misteriosas na Rússia desde início da Guerra da Ucrânia

Imagem de destaque
Saiba mais

Juiz nega recurso, e Trump vai a julgamento por pagamentos a atriz pornô

Imagem
Em turnê de despedida, Roger Waters faz show em Curitiba neste sábado
Um dos maiores nomes do rock mundial, o inglês Roger Waters está no Brasil com sua primeira farewell tour e chega a Curitiba no sábado, dia 04 de novembro, para única apresentação na Arena da Baixada às 21h.


Roger Waters e o Pink Floyd estão de passagem para uma série de shows no Brasil. Antes das apresentações, o vocalista se encontrou com o presidente Lula (PT), no Palácio do Planalto.

O músico britânico é historicamente alinhado à esquerda. Ele já elogiou Lula, criticou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em diferentes ocasiões e é grande defensor da criação do Estado palestino -inclusive já chegou a ser cobrado por grupos israelitas pelos posicionamentos contra Israel.

Vale destacar que o Brasil adotou a neutralidade no conflito. O governo brasileiro condenou o ataque terrorista perpetrado pelo Hamas contra Israel em 7 de outubro, mas igualmente repudiou a resposta violenta do estado judeu, que já culminou na morte de milhares de civis palestinos - a maioria mulheres e crianças-, além da destruição de milhares de edifícios.


Imagem
Reta final para o Enem: descansar o corpo e a mente é essencial para um bom resultado
A poucos dias da primeira etapa da maratona que é a prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), que acontece no próximo domingo (5), os candidatos devem ficar atentos a algumas orientações.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade