Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Guaratuba

Ano começa com mais um afogamento no Litoral

Redação - Folha de Londrina
01 jan 2004 às 18:26
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Milhares de pessoas programaram a virada do ano no Litoral paranaense. Somente nos balneários de Matinhos e Caiobá, cerca de 500 mil pessoas presenciaram a queima de fogos na orla marítima. Em Guaratuba, a movimentação também foi intensa. Um trio elétrico animou os turistas depois da queima de fogos, preparada entre as praias de Caieiras e a do Cristo.

Durante a virada do ano, poucos incidentes foram registrados pela Operação Verão da Polícia Militar. Uma das situações mais inusitadas e graves foi o afogamento da curitibana Carla Ribeira de Gomes, 21 anos. Ela entrou no mar na manhã desta quinta-feira, no balneário de Brejatuba, em Guaratuba, com uma saia jeans e top. Carla portava documentos.

Ela teria ignorado o alerta dos guarda-vidas de um posto que fica 200 metros do local onde ela se afogou. Brejatuba é uma região muito utilizada para a prática de surfe por causa das peculiaridades do mar, impróprio para o banho devido às características de violência e força das águas.

O tenente Eduardo Gomes Pinheiro, da comunicação social do Corpo de Bombeiros no Litoral, disse que o guarda-vidas chegou a apitar para a curitibana, no entanto, não conseguiu evitar o acidente. Ela teria sido surpreendida dentro da água por uma depressão na areia e pelas correntes irregulares que se formam junto às pedras.

Cadastre-se em nossa newsletter

''Ela foi, praticamente, puxada pela força da água indo parar atrás da linha de arrebentação, em local muito perigoso. O guarda-vidas já estava na água e lutava para atravessar as ondas extremamente violentas daquela região. Tendo dificuldades, subiu nas pedras e saltou novamente, mais próximo da garota, atrás do Morro do Cristo, mas quando conseguiu localizá-la, ela já estava inconsciente'', contou o tenente. Esse foi o quinto caso de afogamento da Operação Verão, que se iniciou dia 20 de dezembro.

Outro caso grave foi um triplo atropelamento em Pontal do Paraná. Por volta das 23 horas de quarta-feira, um grupo com aproximadamente 30 pessoas andava tranquilamente pela Avenida Atlântica, no balneário de Ipanema, quando foram atingidos por um carro desgovernado. O aposentado Dauzério Cordeiro, 50, morreu com traumatismo crânio-encefálico. Um rapaz de 23 anos e outro de 17 tiveram que ser conduzidos numa ambulância para o Hospital Cajuru, em Curitiba.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade