Pesquisar

Canais

Serviços

- Micaela Orikasa/Grupo Folha
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Alta médica

Após um mês, gerente de supermercado incendiado em Ibiporã deixa o hospital

Micaela Orikasa - Grupo Folha
25 abr 2022 às 17:27
Continua depois da publicidade

Um mês após o incêndio que destruiu o Supermercado Montana, em Ibiporã (Região Metropolitana de Londrina), o gerente de loja Alberto Araújo, 53, deixou o hospital no início da tarde de domingo (24) para se recuperar em casa, junto à família. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Araújo foi internado no dia 21 de março com queimaduras nas vias aéreas em consequência da fumaça e fuligem do incêndio. Foram 35 dias na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da ala de queimados do HU (Hospital Universitário) de Londrina, sendo 20 deles intubado e sedado.

Continua depois da publicidade


 

Segundo a família, ele deu entrada no hospital com lesões muito graves e risco de morte. “Era 100% de lesão do pulmão do que se via pelo exame broncoscopia. Depois eles passaram para a traqueostomia e começaram o chamado processo de ‘desmame’ dos sedativos. Foi um processo muito lento e muito difícil para nós”, comenta a filha Camila Verrilo de Araújo, 30. 


Agora, Araújo está recebendo tratamento domiciliar. A notícia animou familiares, funcionários, amigos e toda a comunidade de Ibiporã que acompanhou de perto a tragédia. Em uma das paredes do supermercado, localizado na avenida Paraná, esquina com a rua André Sert, no centro da cidade, um cartaz escrito à mão traz uma mensagem de apoio e é uma pequena amostra do quanto a família Verrilo de Araújo é conhecida e querida.  

Continua depois da publicidade


Continue lendo na FOLHA


LEIA TAMBÉM: Após incêndio em supermercado, moradores mostram tristeza e solidariedade em Ibiporã

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade