Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Acidente e homicídio

Região de Curitiba computa seis mortes violentas

Redação - Folha de Londrina
01 jan 2004 às 17:43
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade
A virada do ano registrou seis mortes violentas em Curitiba e região metropolitana. Três pessoas morreram em um acidente de carro e mais três foram assassinadas.

Um jipe Cherokee e um automóvel Gol bateram de frente no quilômetro 168 da BR-116, em Quitandinha, Região Metropolitana de Curitiba. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o acidente foi às 17 horas de quarta-feira. Pedro Machado, 68 anos, Milton Mendes, 56, e outro homem não identificado, todos ocupantes do Gol, morreram no local do acidente.

Outras quatro pessoas que estavam no Gol ficaram feridas em estado grave e encaminhadas para os hospitais Cajuru, do Trabalhador, Angelina Caron e Quitandinha, na região de Curitiba. O motorista da Cherokee, Cirinius Borba, 39, teve ferimentos leves, por causa da proteção do air bag acionado na hora do acidente. Peritos estão levantando quem teria invadido a pista contrária.

Segundo balanço das polícias rodoviárias estadual e federal, 1.160 pessoas morreram nas estradas que cortam o Paraná em 2003, 41 a mais que no ano anterior.

Roberto José de Almeida, 30 anos, foi morto a tiros por volta das 20 horas do dia 31, na Cidade Industrial de Curitiba. Segundo a Delegacia de Homicídios, Almeida tinha discutido e jogado água em umas pessoas pela manhã. Essas pessoas teriam prometido vingança e voltado à noite. Segundo testemunhas, teriam sido elas que mataram Almeida. Ele levou quatro tiros. Os autores do crime fugiram do local.

Pouco depois da passagem de ano, às 0h25, Divonzir Pereira, 33, foi morto com vários disparos de arma de fogo, no bairro Campo Alto, em Colombo. Outro assassinato foi registrado na madrugada do primeiro dia do ano, em Piraquara, mas ninguém foi encontrado na delegacia para para passar mais informações.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade