Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Em nota oficial

Urbs repudia "tortada na cara" de gestor de operações

Redação Bonde
16 jul 2013 às 10:09
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Urbanização de Curitiba S.A. (Urbs), empresa que gerencia o sistema de transporte coletivo em Curitiba, repudiou nesta terça-feira (15) o incidente registrado ontem durante reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do transporte. Na ocasião, uma jovem jogou uma torta no rosto do gerente de operações da companhia, Luiz Fila, enquanto ele dava explicações aos vereadores.

Em nota, a empresa afirmou que, por determinação do prefeito Gustavo Fruet (PDT), suas ações têm sido pautadas "pelo diálogo, transparência e respeito". "Especialmente no tocante ao transporte coletivo, este esforço do poder executivo municipal já se traduziu em várias iniciativas como audiência pública sobre reajuste tarifário, comissão aberta para análise da tarifa (já concluída), auditoria com participação da sociedade, além do irrestrito apoio à CPI do transporte público e à auditoria do TCE Paraná", diz trecho do documento.

Cadastre-se em nossa newsletter

"A Urbs repudia de forma veemente a agressão física e moral à qual seu funcionário foi submetido - no exercício de seu trabalho, prestando esclarecimentos de interesse público - dentro do plenário da Câmara Municipal de Curitiba. Um profissional de reconhecida competência nacional e que há várias décadas se dedica ao transporte coletivo. Nessa tarde de segunda-feira (15), na Casa do Povo, um cidadão, várias instituições, e a democracia foram gravemente agredidos, o que merece repúdio de toda a sociedade", completa a nota.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade