Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Sob investigação

Comando da PM é afastado por suspeita de escândalo sexual

Redação Bonde
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

O tenente-coronel Antônio Olímpio Ramirez de Lima e o capitão Hélio de Oliveira, comandante e subcomandante do 8º Batalhão da Polícia Militar em Paranavaí, respectivamente, foram afastados dos cargos pelo comando-geral da Polícia Militar do Paraná. A acusação não foi especificada pelo Comando do Policiamento do Interior, mas estaria relacionada ao "envolvimento deles com policiais militares do sexo feminino".

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Segundo o chefe da Comunicação Social da Polícia Militar do Paraná, major Éveron César Puchetti Ferreira, a denúncia foi formalizada por três policiais militares de Paranavaí no final da semana passada. "Eles vieram pessoalmente a Curitiba, fizeram a denúncia oralmente, que foi transcrita e assinada", afirmou Ferreira em entrevista à Rádio CBN Maringá.

Continua depois da publicidade


Ferreira justificou o afastamento afirmando que "as denúncias forma consideradas graves pelo comando da PM". "Assim, quem for investigar, terá mais liberdade para buscar as informações no quartel de Paranavaí", explicou, acrescentando que os dois oficiais terão direito para apresentar defesa às acusações.


Ainda segundo o assessor de Comunicação, não há provas materiais contra os acusados, mas os testemunhos dos três policiais militares. Questionado pela reportagem da CBN se o caso se tratava de "envolvimento sexual" com as policiais femininas, Ferreira disse que a denúncia não é precisa neste sentido. "Disseram que é só envolvimento com as mulheres".

Para a assumir o comando do 8º Batalhão foi nomeada temporariamente a major Audilene Rosa de Paula Dias Rocha, da PM de Maringá.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade