Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Uso de dinamite

Mulher morre vítima de atentado no Paraná

Redação Bonde e AEN
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

Material explosivo jogado contra uma residência durante a madrugada desta quarta-feira (5) no município de Rio Branco do Sul, região metropolitana de Curitiba, matou uma mulher de 49 anos e feriu gravemente uma criança de 11 anos e um jovem de 26 anos. A explosão ocorreu por volta das 4h30 na Rua Manuel Bandeira, no Jardim Papanduva, e destruiu totalmente a casa das vítimas.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Populares relataram à polícia que o artefato foi jogado de um veículo Astra prata que tinha dois homens em seu interior. Eles teriam parado o carro em frente à casa das três vítimas, atirado a bomba e fugido do local.

Continua depois da publicidade


Rute Cordeiro Vidal, de 49 anos, morreu quando estava sendo transferida para hospital em Curitiba e os demais feridos, Vágner Tomas Vidal, de 26, e um garoto de 11, continuam internados em estado grave no Hospital Municipal de Rio Branco do Sul.


Segundo a 5ª Companhia da Polícia Militar, o ataque foi feito com uma banana de dinamite. Além de destruir a casa alvo, a explosão chegou a afetar as casas vizinhas e quebrar os vidros da casa da frente.


A polícia investiga o ataque e já tem pistas

Continua depois da publicidade


A Polícia Civil de Rio Branco do Sul, em conjunto com o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), investiga o ataque à bomba. Segundo o delegado Kleudson Tavares, a principal suspeita da motivação do crime é ligação com tráfico de drogas.


"Assim que tivemos conhecimento do crime fomos para o local, que está sendo minuciosamente periciado. Até o momento, nossa suspeita é que a motivação do crime tenha sido um acerto de contas, devido ao tráfico de drogas", afirmou o delegado.


Segundo a polícia, quatro homens chegaram, em um automóvel Astra prata até a casa, localizada no Jardim Papanduva, em Rio Branco do Sul, por volta das 4h30 desta quinta-feira (05). Eles teriam dado tiros na janela do quarto de casal e, em seguida, jogado na garagem da residência um artefato explosivo, que atingiu cozinha, garagem e outro quarto. Rute Cordeiro Vidal morreu e seus dois filhos ficaram levemente feridos. O marido de Rute, Valdimir Martins Vidal, 48 anos, não foi ferido.


A suspeita da polícia que o crime tenha sido cometido devido a acerto de contas se deve ao fato de que a família de Valdimir já teve envolvimento com drogas e os cinco irmãos do proprietário da casa atingida foram assassinados nos últimos anos. Além disso, Valdimir já cumpriu pena por homicídio e latrocínio (roubo seguido de morte).

O veículo utilizado pelos quatro homens foi encontrado de manhã, pela polícia, no Bairro Alto, em Curitiba. De acordo com o delegado Tavares, ele teria sido roubado de madrugada, antes do crime, e o proprietário do automóvel deixado na cidade de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. Ele será ouvido pela polícia e o automóvel foi enviado para perícia.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade