Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Estelionato

PM lacra escritório de falsificação de documentos

Loriane Comeli - Redação Bonde
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

Três pessoas foram presas nesta quarta-feira (27) em Londrina acusadas de fazerem parte de uma quadrilha de estelionatários. Por volta das 17 horas, Marco Silva Asse, 29 anos, passou um cheque clonado em uma loja de roupas no centro da cidade. O dono da loja solicitou ajuda a dois policiais militares que estavam de folga e compravam na loja.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Os PMs, com informações sobre o cheque, conseguiram chegar a Marco Asse, que acabou delatando as pessoas que haviam lhe dado o documento falsificado: o casal Alessandro Luciano Pereira, 24, e Adriana Ferreira, 18.

Continua depois da publicidade


Eles foram detidos em um "laboratório" de falsificação de documentos, localizado na Rua Luiz Carlos de Castro Costo, no Conjunto Luiz de Sá, na zona norte. "Lá encontramos um verdadeiro laboratório de falsificação com todo tipo de material para fiscalização", relatou o chefe da P2 da 4ª Companhia Independente da PM, tenente Rafael Hetzel.


Os policias apreenderam computadores, impressoras, uma máquina de plastificação de documentos, material de serigrafia, produtos químicos, celulares, carteiras de identidade falsificadas, 31 CPFs falsos, além de dezenas de fotos 3x4, roupas e eletrodomésticos novos sem nota fiscal.

Os três foram autuados por estelionato, previsto no artigo 171 do Código Penal.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade