Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Prefeito X vereador

Bate-boca marca aniversário de um mês do governo Barbosa

Loriane Comeli - Redação Bonde
01 jun 2009 às 12:14
O desentendimento entre os dois pedetistas se deu em razão de projeto que prevê limpeza de terrenos particulares em Londrina - Reprodução
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Um bate-boca com um vereador de seu partido, por meio da imprensa, marcou hoje aniversário do primeiro mês do governo de Barbosa Neto (PDT). A discussão começou em razão do projeto de lei apresentado por Roberto Fu que prevê reajuste da multa de R$ 0,20 para R$ 1 aos proprietários de terreno que não cortarem o mato.

Barbosa disse que Roberto Fu não o procurou para discutir o projeto, não vai às reuniões do PDT e chegou a insinuar que o vereador quer apenas aparecer na imprensa. "O vereador deveria ir às reuniões do partido; eu já o chamei e insisti diversas vezes para ir ao meu gabinete, mas ele só apareceu uma vez, quando a TV Globo estava lá", cutucou o prefeito em entrevista à Rádio Brasil Sul.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Roberto Fu, ouvido pela mesma emissora, foi irônico, mas evitou polemizar. Disse que não foi apenas na reunião do partido do último sábado, porque estava ajudando a podar árvores em Londrina. Sobre ter ido ao gabinete apenas quando a emissora de televisão estava lá, o vereador disse que já tinha agendado para aquele dia uma visita ao prefeito com moradores da região central, que reclamam dos pombos.

Leia mais:

Imagem de destaque
Corrida eleitoral

PL retira pré-candidatura de Bruno Ubiratan e vai indicar vice na chapa de Tiago Amaral

Imagem de destaque
STF

Moraes põe freio em ofensiva contra bolsonarismo e reduz tom em decisões

Imagem de destaque
Saiba mais

Ratinho Jr. tenta atrair bolsonarismo e lava-jatismo em eleição de Curitiba

Imagem de destaque
Veja entrevista

Pré-candidato à prefeitura de Londrina, Tercílio Turini diz que prefeito deve ser gestor


"E também, o prefeito é um homem muito ocupado, sei que acorda de madrugada todo dia e não vou lá por qualquer problema", ironizou, acrescentando, porém, que de agora em diante, agendará uma reunião a cada vez que apresentar um projeto de lei.

Publicidade


O projeto que provocou o desentendimento entre Barbosa e Fu estabelece, além do aumento da multa, que a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) faça a limpeza dos terrenos particulares com mato e cobre posteriormente dos proprietários. Fu afirma que os vizinhos dessas áreas não suportam mais o mato alto; Barbosa diz que o município mal tem condições de limpar os terrenos públicos e que pretende questionar a constitucionalidade da lei.


"Deixa disso"

Publicidade


O líder do prefeito na Câmara Municipal, Joel Garcia (PDT), tentou contemporizar o desentendimento, afirmando que "faltou sentar e conversar sobre o projeto", no qual Garcia também votou favoravelmente.


Joel Garcia, no entanto, afirmou entender que Barbosa não deveria evitar desgaste com os vereadores. "Há outras instâncias para resolver isso, como o secretário de Governo e o líder do prefeito; além disso, ainda há mais de 3 anos de relação entre Executivo e Legislativo", ponderou. "Antes de falar as coisas na imprensa, é preciso um entendimento prévio até para evitar causar mágoas".

Leia também:
Vereador é flagrado com carteira suspensa


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade