Pesquisar

Canais

Serviços

- José Fernando Ogura/AEN
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
PARANÁ

Eleições provocam mudanças no secretariado do governo Ratinho Junior

Guilherme Marconi - Grupo Folha
01 abr 2022 às 08:53
Continua depois da publicidade

Com o término do prazo para a desincompatibilização nesta sexta-feira (1º) determinado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), os ocupantes de alguns cargos públicos e que pretendem concorrer nas próximas eleições precisam deixar as funções seis meses antes do primeiro turno. No governo Ratinho Junior (PSD), ao menos quatro secretários vão sair para a disputa eleitoral e na gestão Marcelo Belinati (PP) apenas o secretário de Governo, Alex Canziani (PSD) optou por concorrer a uma vaga na AL (Assembleia Legislativa).

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Dentre os secretários estaduais deixam as pastas para voltar à Câmara dos Deputados Ney Leprevost (PSD), que ocupou a Secretaria de Justiça e Cidadania, e Sandro Alex (PSD), da Infraestrutura e Logística. Com a volta dos dois parlamentares a Brasília, os deputados federais Evandro Roman (PP) e Reinhold Stephanes Junior (PSD) perdem os mandatos como suplentes.

Continua depois da publicidade


O secretário estadual de Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes (PSD), e o responsável pela pasta de Administração e Previdência, Marcel Micheletto (PL), reassumem suas cadeiras como deputados na Assembleia Legislativa. Com isso, dois parlamentares que lideraram a bancada de apoio ao governo Ratinho Junior voltarão à suplência. São eles o líder da situação, deputado Hussein Bakri (PSD), e o vice-líder, deputado Gugu Bueno (PSD).


Continue lendo na Folha de Londrina.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade