Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Possível falsidade ideológica

Em Londrina, Lu Oliveira aciona Comissão de Ética contra Madureira

Douglas Kuspiosz - Folha de Londrina
05 jun 2024 às 17:30
- Fernando Cremonez/Ascom/CML
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A decisão da CML (Câmara Municipal de Londrina) de absolver a vereadora Mara Boca Aberta (Podemos) completa uma semana nesta quarta-feira (5), mas a sessão de julgamento continua repercutindo na política londrinense.


A vereadora Lu Oliveira (Republicanos) registrou na última sexta-feira (31) um boletim de ocorrência contra o vereador Fernando Madureira (PP), alegando possível falsidade ideológica. Ela também acionou a Comissão de Ética contra o parlamentar.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Oliveira e Madureira fizeram parte da CP (Comissão Processante) que investigou Mara - eles se somaram a Santão (PL), que presidiu a comissão. O parecer final do processo, que teve Madureira como relator, recomendou a cassação da vereadora.

Leia mais:

Imagem de destaque
Direito Eleitoral

Especialistas debatem fake news, e Inteligência Artificial e democracia em evento no Paraná

Imagem de destaque
Presença feminina

Eleições em Londrina terão punições duras contra fraude à cota de gênero

Imagem de destaque
Luto

Morre Maria José Piana, esposa do vice-governador do Paraná, aos 77 anos

Imagem de destaque
Insanidade

Críticas à omissão do governo em PL Antiaborto por Estupro fazem Lula mudar de discurso


Por outro lado, Oliveira teve voto divergente, não identificando irregularidades e apresentando uma tabela com a cronologia dos fatos analisados - Mara respondia, entre outras acusações, por supostamente ter divulgado e colocado recursos do Fundo Eleitoral na campanha inexistente ao Senado Federal do seu marido Emerson Petriv, o Boca Aberta, em 2022.

Publicidade


A discussão entre os dois ocorreu após Madureira questionar e alterar essa tabela, acrescentando uma decisão judicial do dia 6 de setembro de 2022 que não reconheceu a candidatura de Petriv. Ele teria divulgado e, conforme diz o boletim de ocorrência, iria distribuir essa tabela na sessão de julgamento.


A nova versão - que não estava presente nos autos - mantinha a assinatura digital de Oliveira, mas destacava o trecho modificado, sinalizando com o texto: “Sendo assim, todo esse cronograma fraudulento feito pela vereadora Lu Oliveira cai por terra”. Por outro lado, a vereadora aponta que a decisão do dia 6 só transitou em julgado em outubro, após as eleições daquele ano, e que esse fato constava na sua cronologia.


À FOLHA, Oliveira explica que conversou com o presidente da Câmara, Emanoel Gomes (Republicanos), e com o procurador jurídico Miguel Aranega para que o caso seja encaminhado à Comissão de Ética. Como Madureira preside a comissão, a vereadora quer que ele deixe o posto.


 Leia a reportagem completa na FOLHA DE LONDRINA


Imagem
Lu Oliveira aciona Comissão de Ética contra Madureira
Vereadora Lu Oliveira acusa colega de falsidade ideológica em Londrina, gerando tensões na política local e debates éticos na Câmara Municipal.
Imagem
Em 20 dias, Prefeitura de Londrina alcança R$ 20 milhões negociados pelo Profis 2024
Após três semanas de vigência, a edição 2024 do Profis (Programa de Regularização Fiscal), iniciada no dia 15 de maio, alcançou um total de 3.150 adesões pelos contribuintes londrinenses interessados em negociar seus débitos junto à Prefeitura.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade