Pesquisar

Canais

Serviços

O ministro da Previdência Ricardo Berzoini e os servidores públicos federais não entraram em acordo e a greve continua - ABr
Continua depois da publicidade
Sem acordo

Manifestantes deixam Ministério da Previdência Social

Bonde, com informações da Agência Brasil
24 jul 2003 às 17:01
Continua depois da publicidade

Os manifestantes que ocupavam o Ministério da Previdência deixaram o prédio no final da tarde desta quinta-feira. De manhã, cerca de 100 funcionários públicos, que estão em greve contra a reforma da Previdência, ocuparam o oitavo andar.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

O ministro Ricardo Berzoini recebeu uma comissão de seis manifestantes. A intenção do grupo era negociar equiparação salarial com todos os estados.


A funcionária do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), do Rio de Janeiro, Janira da Rocha, disse que o ministro não se comprometeu a voltar a discutir a equiparação salarial e por isso os representantes do movimento decidiram antecipar a marcha dos servidores publicos para o dia 6 de agosto.

Segundo a assessoria do ministério, 30 agências do INSS estão fechadas em função da greve, que deve continuar.


Compartilhar nas redes:

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade