Pesquisar

Canais

Serviços

Ricardo Chicarelli/Arquivo FOLHA
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Operação Piloto

MP denuncia Beto Richa e mais 11 por irregularidades na PR-323

Pedro Moraes
Grupo Folha
28 set 2019 às 12:11
Continua depois da publicidade

O ex-governador Paraná Beto Richa (PSDB) foi acusado pelo MPPR (Ministério Público do Paraná) por improbidade administrativa sobre o processo de licitação da PR-323, entre Maringá e Francisco Alves, aberta em 2014. Na ação, outras 11 pessoas e seis empresas foram acusadas.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

A ação civil pública foi proposta na sexta-feira (27), pelo Gepatria (Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa). Os procuradores pedem o bloqueio liminar de bens de parte dos acusados. O maior pedido, de R$ 27,3 milhões, é contra Richa.

Continua depois da publicidade


Em resposta, a defesa de Richa se pronunciou através de nota. "A defesa desconhece absolutamente os fatos e lamenta profundamente ser informada pela imprensa. Respeitará o devido processo legal e se manifestará nos autos do processo e em todas as instâncias previstas pela Constituição e leis brasileiras.”

LEIA MAIS: Delação da Odebrecht sobre caixa dois para campanha de reeleição do tucano deflagrou Operação Piloto

Continua depois da publicidade


Continue lendo