Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Desde 2010

Pela quinta vez consecutiva, Paraná não terá Lei Seca durante as eleições

Fernanda Circhia - Reportagem Local
01 out 2018 às 20:18
- Arquivo/Agência Brasil
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Pela quinta vez consecutiva, a Abrabar (Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas) conseguiu impedir a determinação da Lei Seca nas eleições. O pedido foi feito pela associação e acatado pela Sesp (Secretaria da Segurança Pública do Paraná).


"A medida está completamente ultrapassada e não sendo mais aplicada nos principais e importantes estados brasileiros, principalmente os com grande apelo turístico e que recebem turistas internacionais, como é o caso do Paraná em Foz do Iguaçu", afirmou o presidente da Abrabar, Fabio Aguayo.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


De acordo com a entidade, é importante ressaltar que em outras ocasiões, de forma espontânea, os bares, casas de shows e casas noturnas foram orientados pela entidade para deixarem de vender bebidas alcoólicas das 5h da manhã às 17h. "Os restaurantes e churrascarias comercializaram normalmente durante o período do almoço e não tiveram nenhum incidente que prejudicasse a população ou transcorrer do processo eleitoral", recordou.

Leia mais:

Imagem de destaque
Enfrentamento à violência doméstica

Projeto de Lei busca criar política de proteção aos órfãos do feminicídio em Londrina

Imagem de destaque
Operação Tempus Veritatis

Defesa de Bolsonaro quer adiar depoimento à PF em caso sobre golpe

Imagem de destaque
Novos ares

Roberto Fú busca novo partido após 'relação abalada' com PDT em Londrina

Imagem de destaque
Reajuste

Servidores municipais terão recomposição salarial de 3,8% em Londrina


A Lei Seca proíbe a venda, compra e consumo de bebidas alcoólicas no dia da eleição, sob pena de ser conduzido para uma delegacia e receber multa. E os bares e restaurantes podem ser fechados.

Publicidade


Em nota, a Sesp informou que a medida foi tomada neste ano após debater o assunto com outras instituições e também por consideração às decisões judiciais anteriores exaradas pelo Poder Judiciário que já foram contrárias a proibição da venda de bebidas alcóolicas.


Nas eleições de 2016, a portaria foi publicada e a Abrabar entrou com uma liminar na Justiça. O presidente da entidade agradece "o bom senso e diálogo da governadora Cida Borghetti e do secretário de Segurança, Julio Reis, por atenderem o pedido de forma administrativa e não jurídica, como em anos anteriores".

Conforme Aguayo, o setor movimenta R$ 680 milhões em todo o Paraná nos finais de semana de eleições. "Em tempos agudos e de forte crise econômica, deixar de trabalhar em uma data forte como é o sábado e domingo, compromete sensivelmente o orçamento das empresas, bem como trabalhadores", ressaltou.


Receba notícias do Bonde e fique por dentro de tudo:
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade