05/04/20
32º/19ºLONDRINA
PUBLICIDADE
|
Procurador-geral

Presidente pode bloquear usuário de Twitter, diz Aras

Em parecer encaminhado ao STF (Supremo Tribunal Federal), o procurador-geral da República, Augusto Aras, defendeu a tese de que o presidente Jair Bolsonaro pode bloquear quem quiser de sua conta pessoal no Twitter. Na avaliação de Aras, as publicações de Bolsonaro na rede social não possuem "caráter oficial" nem constituem "direitos ou obrigações da administração Pública".

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil


O parecer de Aras foi enviado ao Supremo no âmbito de uma ação movida pela deputada federal Natália Bonavides (PT-RN), que contesta ter sido bloqueada pelo presidente Jair Bolsonaro em agosto deste ano no Twitter. Para a parlamentar, o gesto de Bolsonaro viola os princípios da impessoalidade, moralidade e publicidade, além de comprometer o acesso da deputada a informações oficiais. O relator do caso é o ministro Alexandre de Moraes.

"Apesar de a conta pessoal do Presidente da República veicular informações de interesse social, as publicações efetuadas na rede social não geram direitos ou obrigações para a administração pública", escreveu Aras. Na avaliação de Aras, que foi indicado ao cargo por Bolsonaro, a conduta de bloquear o acesso da deputada à rede pessoal do presidente "não pode ser enquadrada como ato de império, por não ter sido efetuada no exercício de função pública".

Em julho deste ano, um tribunal de apelação nos EUA decidiu que o presidente Donald Trump não pode bloquear usuários que o criticam no Twitter.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Rafael Moraes Moura - Agência Estado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Obituário
Falecimentos dos dias 4 e 5 de abril de 2020 em Londrina e região
05/04/2020 12:26
Neste domingo
Rainha Elizabeth fará raro pronunciamento sobre coronavírus
05/04/2020 12:19
Tristeza
Campo Mourão confirma terceira morte por Covid-19
05/04/2020 11:51
Entenda
Falha do aplicativo Zoom expõe vídeos privados dos usuários, diz jornal
05/04/2020 08:30
Raptada há 17 anos
Jovem de 24 anos não é menina Luana, indica exame de DNA
04/04/2020 17:32
Veja mais e a capa do canal