Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Enfrentamento à violência doméstica

Projeto de Lei busca criar política de proteção aos órfãos do feminicídio em Londrina

Douglas Kuspiosz - Especial para a Folha
20 fev 2024 às 11:29
- Devanir Parra/CML/Imprensa
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Buscando estabelecer diretrizes de proteção e atenção aos órfãos do feminicídio em Londrina, a vereadora Flávia Cabral (PP) assina o PL (Projeto de Lei) n° 195/2022, que foi aprovado na Comissão de Justiça, Redação e Legislação da CML (Câmara Municipal de Londrina) na última segunda-feira (19).


O texto, que tramita na forma do Substitutivo n° 1, quer criar uma política municipal de atendimento às crianças e adolescentes dependentes de mulheres assassinadas em contexto de violência doméstica e familiar “ou de flagrante menosprezo e discriminação à condição de mulher, caracterizando-se como crime de feminicídio”.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


“É importante deixar claro que o impacto do feminicídio não se limita apenas às mulheres assassinadas, mas também - e principalmente - afeta diretamente os filhos, que muitas vezes enfrentam desafios psicológicos e emocionais sem nenhum apoio”, afirma Cabral à FOLHA, pontuando que “esses jovens não apenas testemunham violências constantes, mas também lidam com o abandono após a perda da mãe.”

Leia mais:

Imagem de destaque
Agora SPVAT

Deputados federais de Londrina discordam sobre retorno do DPVAT

Imagem de destaque
'Bluesky'

Lula adere a rede rival de Musk após movimento da esquerda contra X

Imagem de destaque
Briga de engravatados

Após ser chamado de ‘incompetente’ na ExpoLondrina, ministro de Lula reage

Imagem de destaque
Entenda

STF forma maioria para ampliar foro especial, mas Mendonça interrompe julgamento


O substitutivo foi apresentado após estudos feitos em conjunto com a Secretaria Municipal de Assistência Social e adequada o texto ao sistema de políticas públicas já desenvolvidas em Londrina.


“Em resumo, o projeto ‘Órfãos do Feminicídio’ tem como objetivo garantir prioridade nos serviços de assistência social, saúde e jurídicos para órfãos menores de 18 anos, cujas mães responsáveis legais tenham sido vítimas desse crime bárbaro”, diz a vereadora. “Penso que seja extremamente necessário tomar medidas para cuidar daqueles que, mesmo em momentos de dor, luto e aflição, ainda não recebem o suporte das nossas instituições e da própria sociedade.”


CONTINUE LENDO NA FOLHA DE LONDRINA:


Imagem
PL busca criar política municipal de proteção aos órfãos do feminicídio
O texto é assinado pela vereadora Flávia Cabral (PP) e foi aprovado pela Comissão de Justiça
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade