Pesquisar

Canais

Serviços

- Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Dias de muito calor...

Dicas para reduzir o consumo de energia com o uso do ar-condicionado

Redação Bonde com assessoria de imprensa
12 jan 2021 às 15:15
Continua depois da publicidade

Com a chegada da estação mais quente do ano, a utilização dos aparelhos de ar-condicionado costuma aumentar. Com a pandemia, o cenário de alta de consumo será ainda maior, com mais pessoas em casa, o home office e vários aparelhos elétricos e eletrônicos ligados ao mesmo tempo. Para auxiliar na redução do consumo, o Eng. Eletricista Sergio Levin, membro do Ibape/SP (Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias em Engenharia de São Paulo) destaca como reduzir a conta de energia elétrica com o uso consciente do ar-condicionado.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


O alto consumo e a ineficiência no resfriamento pode ser um problema se o aparelho não for instalado por profissionais qualificados. "A instalação de equipamentos de ar-condicionado deve estar prevista no projeto elétrico da edificação. Quando não estiver, representa um acréscimo de carga e pode causar um impacto nas instalações do local e da edificação como um todo. Neste caso será necessário o serviço de um engenheiro eletricista, que fará um laudo técnico das instalações do local em conjunto com as instalações da edificação, apontando, quando for o caso, as ações corretivas necessárias dentro das normas técnicas”, explica Sergio Levin.

Continua depois da publicidade


Dois pontos importantes ao comprar um ar-condicionado referem-se à escolha de modelos que se adequem ao tamanho do ambiente em que será instalado e por equipamentos mais econômicos. "Para ter essa informação procure pelo selo do PROCEL. Aqueles que tem a letra A, tem menor consumo de energia elétrica e poderão apresentar melhor relação custo-benefício”, reforça.


O especialista alerta "Não é a escolha da tensão de 127V ou 220V que gera economia de energia. E sim a escolha da potência do aparelho (em Watts). No caso do ar-condicionado de 2 mil BTUs, ligado durante 6 horas por dia, ele consome uma média de 151,20 kWh, o equivalente a cerca de R$ 104,32”.


O Eng. Eletricista Sergio Levin, acrescenta mais dicas para maximizar o uso racional da energia elétrica, hábitos ecologicamente corretos e de segurança para as edificações:

Continua depois da publicidade

- Use e abuse dos recursos do equipamento de ar-condicionado que geram economia de energia elétrica, exemplo função sleep;
- Importante: quando as normas técnicas não são seguidas, há risco de incêndio para o local e para a edificação como um todo. Periodicamente inspecione os cabos de energia elétrica e componentes de proteção (disjuntores) do circuito do equipamento de ar-condicionado;
- Use cabos elétricos de espessura adequada. Nas instalações elétricas, consulte sempre um engenheiro eletricista para que ele dimensione os cabos e a proteção da instalação elétrica. Isso também ajuda no uso racional de energia elétrica;
- Na instalação, procure proteger a parte externa da incidência do sol, mas sem bloquear as grades de ventilação;
- Ajuste a temperatura programada para climatização adequada da sua necessidade;
- Quando o aparelho estiver funcionando, mantenha as janelas e as portas fechadas;
- Evite a incidência de raios solares no ambiente a ser refrigerado;
- Desligue-o quando o ambiente estiver desocupado;
- Limpe os filtros periodicamente. Os filtros sujos impedem a circulação livre do ar, forçando o aparelho a trabalhar mais. Além de economizar energia, você protege a sua saúde pois filtros sujos jogam poeira e outras partículas para o ambiente;
- Acompanhe a evolução mensal do consumo de energia elétrica em sua residência;
- Periodicamente, faça a manutenção preventiva das instalações do ar-condicionado;
- Se o ar-condicionado não atinge a temperatura programada, faça a manutenção com um profissional habilitado;
- As unidades condensadoras (área externa) devem ser instaladas em local seguro, de fácil acesso para manutenção preventiva bem como ter suas fixações bem feitas, obedecendo as normas técnicas.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade