05/04/20
32º/19ºLONDRINA
|
Fantasias sexuais

87% das brasileiras consomem produtos eróticos e pornôs

Elas agora vão direto ao assunto. As mulheres estão roubando a cena dentro do mercado e da cultura sexual moderna. Quatro de cada 5 mulheres (80%) estão dispostas a tentar algo diferente pelo parceiro e a dizer "na lata" o que realmente desejam. Estes são alguns dos dados coletados por uma pesquisa realizada pela Hibou, empresa especializada em pesquisa e monitoramento de consumo, com usuárias de iPhone no Brasil.

Diferente do que se imagina, a maioria das mulheres possui sim fantasias sexuais e falam abertamente sobre elas. 80% das entrevistadas revelaram que conversam sobre desejos picantes e fetiches, não apenas com amigas, mas também com seus parceiros.


Para desmistificar e esclarecer o novo conceito das brasileiras em relação à sexualidade moderna, a Hibou traz dados antes pouco explorados de como se transformou o comportamento das mulheres em relação às suas fantasias sexuais. "Hoje a mulher sabe mostrar o que quer a seu parceiro, seja como dominadora ou submissa na cama. Isso ficou muito claro para nós durante a pesquisa", diz Ligia Mello, sócia da Hibou.

Reprodução
Reprodução


50 Tons de Cinza

Todas as entrevistadas foram unânimes em concordar quando questionadas se já tinham ouvido falar sobre a série de livros "50 Tons de Cinza", e afirmaram ter suas próprias fantasias sexuais, desmistificando que isso é coisa de homem.

Durante a pesquisa, 87% das entrevistadas assumiram abertamente consumir produtos eróticos ou pornográficos como livros, filmes e revistas, o que deixa para trás a ideia de que o mercado cultural sexual estava restrito apenas aos homens.

Apesar da facilidade no acesso à informação on-line sobre todos os assuntos, apenas 57% das entrevistadas revelaram curiosidade na busca de conteúdo na internet sobre fantasias sexuais. "As entrevistadas preferem falar com outras pessoas do que buscar a informação sozinha", conta Ligia Mello.

Munição para traição

O assunto é polêmico. Dentre todas as questões abordadas pela pesquisa a traição foi a única que dividiu quase que igualmente as entrevistadas. Ao serem questionadas sobre o quesito traição x fantasias não realizadas, 52% das mulheres afirmaram que uma fantasia sexual frustrada ou uma sequência delas pode levar sim a uma traição; 48% não associaram a frustração sexual à traição.

Serviço:
Hibou Monitoramento de Mercado e Consumo (www.lehibou.com.br)


Redação Bonde
Conteúdo relacionado:
Desejos ocultos
Fantasias são saudáveis e apimentam a vida sexual
Continue lendo
Tire suas dúvidas!
Vitamina D: entenda a importância na defesa do organismo
03/04/2020 12:30
Diz Google
Brasil tem queda de 71% na movimentação para recreação, mostra Google
03/04/2020 11:45
Veja as dicas
Aniversário em tempos de quarentena: saiba o que fazer
03/04/2020 10:10
Segurança
Veja 10 dicas para proteger seus dados durante o trabalho remoto
03/04/2020 08:58
Evite o frizz!
Saiba como usar o secador de cabelos de forma correta no outono
02/04/2020 11:58
Veja mais e a capa do canal